Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Agora no Chelsea, Willian pede chance na Seleção e admite sonho por 2014

Londres (Inglaterra)

Um dos jogadores mais cobiçados na última janela de transferências do futebol europeu, o meia Willian ainda não foi lembrado por Luiz Felipe Scolari nas convocações da Seleção Brasileira. Apesar disto, o jogador, recém-contratado pelo Chelsea, revelou que tem a esperança de jogar a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e pediu uma chance para atuar com a camisa amarelinha.

“Jogar pela Seleção é um desejo que eu tenho. Já tive uma chance com o Mano Menezes e espero ter também com o Felipão. Mas para isso eu tenho trabalhar forte, duro, e fazer o meu melhor a cada jogo”, afirmou o ex-jogador do Shakhtar Donetsk e Anzhi Makhachkala, em entrevista ao Sportv.

Revelado pelo Corinthians em 2006, Willian, ídolo e destaque da equipe ucraniana na última Liga dos Campeões da Europa, foi convocado apenas uma vez para defender o selecionado brasileiro. Ele foi lembrado por Mano Menezes, em 2011, para disputar os amistosos contra Gabão e Egito, nos dias 10 e 14 de novembro, respectivamente. Em ambas as partidas, no entanto, foi reserva, entrou no lugar de Bruno Cesar aos 25 minutos do segundo tempo e teve pouco tempo para mosrar algo.

Divulgação
Willian já foi lembrado por Mano Menezes nos amistosos contra Gabão e Egito, mas foi reserva e pouco jogou

Apesar disto, como vestiu a camisa amarelinha em jogos do ciclo para a Copa do Mundo de 2014, o meia admitiu que ainda tem esperanças de disputar a maior competição de futebol do mundo, no ano que vem, no Brasil. “É o meu objetivo. Eu quero muito disputar essa Copa, estar entre os 23 convocados. É um sonho que eu tenho e, para realizá-lo, devo fazer uma bela temporada pelo Chelsea”, decretou.

Contratado por 37 milhões de euros (R$ 118,5 milhões), o brasileiro deve estrear pelos Blues daqui a dez dias, na partida contra o Everton, fora de casa, pela 4ª rodada do Campeonato Inglês. Na equipe londrina, ele terá a concorrência de jogadores como Oscar, Hazard, Mata, De Bruyne, Ramires e Schurrle. “São jogadores de qualidade, e ninguém tem vaga garantida; Então, tenho que matar um leão por dia para ganhar um lugar entre os titulares”, encerrou Willian, que, no clube inglês, terá a companhia dos brasileiros Oscar, Ramires e David Luiz.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade