Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Após 10º revés em casa, São Paulo admite salvação como única meta

Tossiro Neto São Paulo (SP)

O único objetivo do São Paulo no Campeonato Brasileiro é não cair para a segunda divisão. Depois da derrota por 2 a 1 para o Criciúma, a décima no Morumbi em toda a temporada, alguns jogadores se deram conta de que dificilmente o time poderá almejar algo além de se salvar da zona de rebaixamento.

"Nosso campeonato vai ser diferente (do campeonato) dos times que estão lá em cima", opinou Aloísio, centroavante que sofreu um pênalti - desperdiçado pelo goleiro Rogério Ceni - e balançou a rede uma vez no revés, o sexto apenas na competição nacional.

O rendimento como mandante é parte da mostra de quão pífia é a campanha em 2013. No ano passado, o time perdeu apenas três partidas dentro de casa, local em que ganhou 80,5% dos pontos no geral. Na atual edição do Brasileiro, o aproveitamento em seu domínio é de 26%.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Apesar do gol de Aloísio, São Paulo perdeu mais uma partida no Morumbi, na noite de quinta-feira
"Contra o Flumimense, não foi complicado", disse o técnico Paulo Autuori, usando a vitória na rodada anterior para discordar que esteja sendo complicado atuar no Morumbi. "Temos recebido o apoio da torcida sempre, não é de hoje. Mas é que, quando bate instabilidade (depois de um gol sofrido), a equipe perde qualidade. Isso está claro".

O que Autuori não deixa claro é sua projeção de pontos para as próximas rodadas. "Ela existe, mas não vou falar de números. Temos uma projeção interna, discutimos isso com os jogadores, mas quero eles concentrados no jogo, deixando que nós administremos desgaste e o que vier pela frente", comentou o treinador, quase certo de que ficará para o segundo turno a saída da zona de descenso.

Diferentemente de quinta-feira, quando dependia apenas de si para não mais ficar entre os últimos quatro, no domingo o São Paulo vai precisar de combinação na rodada. Além de vencer o Coritiba, no Couto Pereira, terá que torcer contra Portuguesa e Fluminense. Pode também ultrapassar Atlético-MG, mas apenas tirando diferença de sete gols de saldo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade