Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Após boa atuação, Vasco já se movimenta para ficar com Willie

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Pouco conhecido dos torcedores, o atacante Willie foi o principal destaque do Vasco na derrota de 5 a 3 para o Cruzeiro na noite de domingo, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). O jogador marcou dois gols e infernizou a defesa cruzeirense. Agora, o clube já começa a se movimentar nos bastidores para adquirir em definitivo os direitos federativos do atleta, que tem vínculo com o Vitória da Bahia e está emprestado ao Cruz-Maltino até 31 de dezembro.

Willie foi contratado como uma espécie de contrapeso na negociação que levou o lateral direito Fagner para o Vasco. Os dois jogadores são empresariados por Carlos Leite, que tem bom relacionamento com os dirigentes vascaínos. O atacante chegou desacreditado, mas logo começou a mostrar empenho nos treinos. Agora, para contratar em definitivo o jogador, o Vasco terá que pagar R$ 2 milhões ao clube baiano.

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, já pediu ao diretor do departamento de futebol, Ricardo Gomes, que fizesse alguns contatos preliminares com o Vitória e com Carlos Leite para abordar o assunto. A ideia é descobrir se o Vitória vai exigir o valor integral ou se está disposto uma nova oferta.

A preocupação na Colina é grande, pois o Vasco está vivendo uma grave crise financeira, tendo que conviver com atrasos salariais e pagamentos de dívidas. O técnico Dorival Júnior, que tem tudo para permanecer para 2014, já foi avisado que vai precisar olhar com mais carinho para as categorias de base, o que já vem acontecendo. O time recente conquistou a Taça Belo Horizonte de Juniores, tradicional competição da categoria, e o treinador, inclusive, tem aberto espaço para algumas joias de São Januário, como o meia Marlone, xodó dos torcedores, o zagueiro Jomar e o lateral Henrique.

Além de Willie, o clube já se movimenta também para tentar a permanência de dois jogadores também emprestados somente até o fim do ano. O meia Pedro Ken, que pertence ao Cruzeiro, e o atacante André, que tem os direitos federativos ligados ao Atlético-MG. Em ordem de prioridades, Willie e André estão na frente de Pedro Ken.

Já alguns outros nomes que estão emprestados até o fim do ano não interessam para a sequência do trabalho e serão devolvidos. Casos, por exemplo, do volante Fillipe Soutto, ligado ao Atlético-MG, e do lateral esquerdo peruano Yotún, emprestado pelo Sporting Cristal, que não devem permanecer para 2014. O atacante Leonardo, que estava emprestado pelo Atlético-MG, já foi liberado na manhã desta terça-feira para acertar com a Ponte Preta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade