Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Após derrota, Claudinei evita pressão extra contra o Botafogo

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Após vencer Goiás e Internacional-RS, o Santos foi derrotado pelo Flamengo, por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, no Maracanã. O técnico do Peixe, Claudinei Oliveira, lamentou o resultado negativo contra os rubro-negros, mas evitou colocar uma pressão extra sobre os seus comandados por uma vitória na próxima partida, contra o Botafogo, domingo, na Vila Belmiro.

“Acho que é prematuro falar sobre isso, não podemos pautar as nossas chances (de brigar por uma vaga na Copa Libertadores da América) em uma partida só. Até porque, este foi o primeiro jogo do segundo turno e ainda temos um para cumprir do primeiro (contra o Náutico, dia 25, na Vila)”, disse o treinador santista.

Para Claudinei, mesmo que o seu time não supere o Glorioso, uma sequência de vitórias pode ajudar o Santos a se manter entre os primeiros colocados do Brasileirão. “No campeonato de pontos corridos, se você ganha três ou quatro jogos, vai lá para cima. Esperamos derrotar o Botafogo, mas não é a nossa última chance”, frisou.

O comandante alvinegro também foi indagado sobre o cansaço de seus atletas. No entanto, Claudinei Oliveira preferiu não se aprofundar demais no tema após a derrota para o Flamengo. “Estamos trabalhando como podemos, não adianta ficarmos nos lamentando. Não dá tempo de treinar, então temos que acertar as coisas na conversa. Fica complicado passar por uma ‘maratona’ como essa. Mas, quando a gente fala de calendário após uma derrota, parece que é desculpa. Vamos seguir em frente”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade