Futebol/Campeonato Italiano - ( - Atualizado )

Após reestreia pelo Milan, Kaká projeta evolução com "ritmo de jogo"

Milão (Itália)

De volta ao Milan após quatro anos atuando pelo Real Madrid, o meio-campista Kaká reestreou pelo clube rubro-negro neste sábado, na goleada por 4 a 0  diante do Chiasso, da Suíça, em partida amistosa. Prestigiado pelo treinador Massimiliano Allegri, o camisa 22 foi titular, permaneceu eu campo por 45 minutos, utilizou faixa de capitão e deu assistência para o primeiro gol. Empolgado, o atleta celebrou a atuação.

“A alegria e a motivação são as mesmas de antes. Agora preciso voltar a ter ritmo de jogo. Fiquei feliz por ser capitão, não era algo que eu esperava”, afirmou o meio-campista em entrevista TV Globo durante o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, no circuito de Monza.

Revelado para o futebol pelo São Paulo, em 2001, Kaká chegou ao Milan pela primeira vez em junho de 2003. O auge, entretanto, aconteceu em 2007, quando liderou o time italiano na conquista da Liga dos Campeões da Europa. Além do troféu do torneio continental, o camisa 22 assegurou a artilharia da competição, com dez gols. Como resultado, foi eleito melhor jogador do mundo pela Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado).

O grande desempenho fez o meio-campista entrar na mira do Manchester City, que em busca de se firmar como potência no esporte mundial, ofereceu 105 milhões de euros (aproximadamente R$ 318,1 milhões, em valores atuais) ao Milan pelo atleta em 2009. Porém, Kaká recusou a oferta e permaneceu na agremiação italiana. Pouco tempo depois, acabou acertando com o Real Madrid, contratado por 68,5 milhões de euros (por volta de R$ 207,5 milhões).

Preterido por José Mourinho na última temporada, Kaká entrou em campo em 27 oportunidades, sendo 15 como titular, e marcou cinco gols. O brasileiro acabou sucumbindo na disputa por uma vaga entre os titulares com o alemão Mesut Ozil e com o croata Luka Modric, jogadores mais utilizados pelo técnico português no setor de armação.

AFP
Contando com confiança do treinador Massimiliano Allegri, Kaká foi titular em amistoso do Milan

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade