Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Após série ruim, empate no Rio deixa de ser bom para o Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Empatar com o vice-líder fora de casa geralmente não é considerado um resultado ruim. Como o Corinthians já empatou nove vezes no Campeonato Brasileiro e vê sua situação na tabela complicada após uma sequência ruim, voltar do Rio de Janeiro com um ponto não será comemorado.

A equipe do Parque São Jorge medirá forças com o Botafogo no Maracanã na noite de quarta-feira. O time de General Severiano é um rival direto por uma das vagas na próxima Copa Libertadores – e também pelo título, se esse ainda é um sonho dos comandados de Tite.

Assim, não vale o pensamento natural de que empatar será bom. “Isso é repensado, reajustado. Precisamos recuperar pontos que perdemos em casa. Precisamos melhorar nosso aproveitamento e também o nosso patamar de atuação. Isso é inconteste”, afirmou o treinador.

Divulgação/Agência Corinthians
Limitar-se a bloquear os ataques do Botafogo não é o plano do Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr.)
Tite só não concorda que o problema do Corinthians venha sendo a falta de vontade, como é apontado por parte da torcida e da crítica. Ainda que com temor de que suas palavras sejam vistas como desculpa, ele recorda que o time perdeu uma peça-chave, Paulinho, e sofreu com várias contusões.

“Atitude e vontade são conceitos muito vagos. Buscamos qualidade, equilíbrio de peças, tantas outras coisas. Não vou ficar aqui contraponto argumentos, mas a história dessa equipe não é de falta de vontade. Pode ser agora de reajuste, de outras coisas. Disso não é”, assegurou o gaúcho.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade