Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Botafogo e Coritiba jogam para afastar rótulo de 'cavalo paraguaio'

Luiz Felipe Fagundes e Gazeta Press Coritiba (PR)

Botafogo e Coritiba  se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Maracanã dispostos a provar que ainda podem brigar ppelo título do Brasileiro. O Alvinegro, que estava na ponta da tabela há dois finais de semana, acabou caindo por conta de dois maus resultados, incluindo o empate sem gols com o São Paulo em casa, e aparece com trinta pontos. O drama do Coxa, que liderou nas primeiras rodadas, é ainda maior, já que o time, que tem 25 pontos, não vence há cinco confrontos. Os paranaenses empataram por 0 a 0 com o Internacional no domingo, também como anfitriões.

O momento de irregularidade das duas equipes na competição parece não tirar o respeito que ambos têm pelo outro. O volante Marcelo Mattos acredita que o duelo do Maracanã será muito equilibrado e entende que os maus resultados de Botafogo e Coritiba não são exclusividade dos dois neste Brasileirão.

“É natural que o Coritiba passe por um momento de irregularidade, assim como o Botafogo também tem esses momentos e outros grandes times passem por essa situação. Quem ainda não passou vai acabar passando, pois a competição é muito longa e desgastante, envolve desfalques, atletas que se machucam e ficam suspensos, tem convocações, outras competições paralelas, enfim, todas as equipes enfrentam problemas. Vamos ter dificuldades mesmo assim contra o Coritiba, pois lá também tem qualidade e eles têm seus objetivos na temporada. Mas o Botafogo deseja seguir no pelotão de frente e sabemos que é fundamental ganhar esse confronto”, disse.

Satiro Sodré/Divulgação
Clarense Seedorf quer ver o Botafogo aproveitando o mando de campo (foto: Vitor Silva/SS Press)
Marquinhos Santos, técnico do Coritiba, também minimizou a irregularidade do Botafogo, que vem sofrendo com a perda de jogadores importantes, como os meias Andrezinho e Vitinho, que se transferiram para clubes do exterior nesta janela internacional. O treinador entende que o Glorioso será um rival difícil de ser batido nesta quinta-feira.

“O Botafogo tem um time muito forte, peças de reposição e ainda não perdeu em casa neste Campeonato Brasileiro. Portanto, temos que respeitar esse adversário, mas sem temê-lo, pois o Coritiba já deu provas de que pode superar qualquer adversário nesta competição”, afirmou Marquinhos.

Divulgação/Coritiba
O meia Alex é a principal estrela do Coritiba
O bom desempenho do Glorioso no Rio de Janeiro não serve apenas para assustar os paranaenses, mas também para animar os alvinegros na busca por um triunfo. “O Botafogo vem tendo bons resultados em casa e o empate com o São Paulo faz parte do passado. Outros times também perderão pontos em casa. Temos que procurar nos impor contra o Coritiba e buscar o reencontro com a vitória. Continuamos na parte de cima da tabela de classificação”, disse o meia holandês Clarence Seedorf.

Em termos de escalação, o técnico  alvinegro Oswaldo de Oliveira segue sem poder contar com o goleiro Jéfferson, que desta vez se apresentou à Seleção Brasileira. Assim, Renan permanece no posto. Outro que fica de fora é o apoiador Lodeiro, defendendo a seleção do Uruguai nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Hyuri, contratado após se destacar pelo Audax-RJ no Campeonato Carioca deste ano, será o substituto, fazendo sua estreia pelo Glorioso.

Pelo lado do Coritiba o zagueiro Leandro Almeida, com lesão no tornozelo direito, e o volante Júnior Urso, com lesão muscular na coxa esquerda, foram vetados pelo departamento médico e ficam fora. Assim, Luccas Claro entra na zaga e Gil será usado no meio-campo. A boa notícia fica por conta do retorno do lateral Diogo, que cumpriu suspensão diante do Colorado e vai ocupar o posto de Escudero. Não tendo enfrentado o Inter por questões contratuais, o meia Vítor Júnior fica à disposição e disputa uma vaga com o angolano Geraldo ou pelo meio com Lincoln.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X CORITIBA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 5 de setembro de 2013 (Quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Edilson Frasao Pereira (TO)

BOTAFOGO: Renan, Edilson, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf e Hyuri; Elias e Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CORITIBA: Vanderlei; Victor Ferraz, Luccas Claro, Chico e Diogo; Willian, Gil, Lincoln e Alex; Geraldo (Vitor Júnior) e Bill
Técnico: Marquinhos Santos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade