Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Botafogo e São Paulo empatam sem gols em resultado ruim para ambos

Gazeta Press Rio de Janiero (RJ)

Botafogo e São Paulo empataram sem gols, em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado acabou sendo ruim para as duas equipes. O alvinegro carioca desperdiçou a chance de se reaproximar da liderança e segue na quarta posição, com 30 pontos ganhos. O São Paulo, por sua vez, continua na zona do rebaixamento, na penúltima colocação, com 15 pontos ganhos.

A partida foi muito truncada no primeiro tempo, com poucos lances de gol, e melhorou muito na etapa final, quando as duas equipes se soltaram em busca da vitória. O Botafogo foi um pouco melhor do que o Tricolor paulista, mas não mostrou precisão na hora da finalização. O São Paulo foi um time sem grandes ambições ofensivas e que quase não incomodou o goleiro Renan.

Na próxima rodada, o Botafogo receberá o Coritiba, no Maracanã. O São Paulo vai enfrentar o Criciúma, no Morumbi.

Divulgação/Botafogo F. R.
São Paulo e Botafogo não criaram muitas chances e empataram neste domingo (Foto: Vitor Silva/SSPress)
O Jogo - Os dois times adotaram sistemas semelhantes no início da partida, com marcação forte e adiantada para dificultar a saída de bola, o que tornou o jogo muito truncado nos primeiros minutos. A primeira chance foi do São Paulo. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Antonio Carlos, livre na grande área, mas o zagueiro errou a conclusão. A bola bateu em Dória e voltou para Antonio Carlos que voltou a falhar na hora do chute, estragando uma boa oportunidade.

O lance animou a equipe paulista que passou a pressionar em busca do primeiro gol, usando, principalmente, as laterais para compensar a ausência do centro avante Luis Fabiano, suspenso.Aos nove minutos, o Botafogo apareceu, pela primeira vez, com perigo. Rodrigo Caio errou ao tentar tocar de calcanhar e a bola sobrou para Elias que avançou e chutou forte, mas a bola saiu. Dois minutos, Júlio César invadiu pela esquerda, deu um chapéu em Rodrigo Caio, mas foi bloqueado por Douglas e a bola acabou saindo.

Aos 17 minutos, o Botafogo trocou passes em velocidade e a bola acabou sendo passada a Lodeiro na entrada da área, mas o chute do uruguaio foi desviado por Antonio Carlos que mandou para escanteio, aliviando o perigo. Aos 20 minutos, o São Paulo chegou na intermediária e o volante Fabrício tentou a conclusão, mas a bola passou longe do gol defendido por Renan.

O goleiro alvinegro apareceu bem aos 22 minutos quando Reinaldo invadiu a área pela esquerda e Renan se atirou aos pés do lateral da equipe paulista para evitar a conclusão.O São Paulo tinha mais posse de bola, enquanto o time dirigido por Oswaldo de Oliveira errava muitos passes ao tentar a transição rápida da defesa para o ataque.

Só aos 30 minutos é que a torcida voltou a se agitar. Lodeiro lançou Júlio César que cruzou fechado e Rodrigo Caio salvou para escanteio. Na cobrança de Seedorf, Rogério Ceni falhou ao tentar cortar o cruzamento e Dória quase aproveitou. O lateral-esquerdo Júlio César se tornou a principal opção de ataque do Botafogo e era constantemente acionado por Seedorf. Do outro lado, Edilson desperdiçava quase todas as jogadas, provocando a irritação da torcida.

Aos 42 minutos, Jadson bateu falta na intermediária e colocou a bola para Antonio Carlos, livre, na grande área, mas o zagueiro não conseguiu a conclusão. Aos 44 minutos, uma falha da zaga paulista permitiu que Seedor recebesse em condições de concluir, mas foi desarmado ao tentar passar por Antonio Carlos.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e o Botafogo chegou com perigo, logo no primeiro minuto, quando Júlio César investiu pela esquerda e tentou tocar,de letra, para Seedorf na área, mas a zaga do São Paulo aliviou o perigo. Aos cinco minutos, Rogério Ceni errou na devolução e a bola caiu nos pés de Elias. O atacante serviu Seedorf que mandou a bomba. O goleiro tocou na bola que se chocou com o travessão e saiu.

Arte GE.Net
O São Paulo deu a resposta aos sete minutos em contra-ataque rápido. Oswaldo foi lançado e Bolívar,entrou de carrinho para salvar, enquanto o atacante paulista pedia a marcação de um pênalti. Aos 12 minutos, o goleiro Renan deixou o gol para evitar a penetração de Oswaldo e precisou chutar duas vezes para afastar o perigo que rondava a sua área. O São Paulo teve nova chance aos 15 minutos quando Jadson foi lançado por Lucas Evangelista e chutou cruzado, mas a bola saiu. No lance seguinte, Elias foi derrubado na entrada da área.Na cobrança ensaiada, Seedorf mandou por cima do travessão.

A partida ficou mais aberta, com os dois times procurando a marcação do primeiro gol. Aos 17, Rafael Marques recebeu na área e chutou para uma defesa, fácil, de Rogério Ceni. O alvinegro seguiu pressionando e criou nova situação de perigo aos 22 minutos. Rafael Marques foi lançado pela direita, cruzou e a defesa do São Paulo aliviou parcialmente. A bola sobrou para Renato que, da meia-lua, chutou cruzado para fora.

Aos 25 minutos, o baixinho Lodeiro conseguiu aproveitar um cruzamento de Júlio César e ganhou a disputa pelo alto, cabeceando a bola que passou perto da trave direita de Rogério Ceni. O São Paulo recuou e os meias Ganso e Jadson quase não participavam do jogo. O técnico Paulo Autuori colocou o zagueiro Paulo Miranda e adiantou Rodrigo Caio para o setor de armação.

E aos 35 minutos, o São Paulo teve uma grande oportunidade. Welliton foi lançado na corrida e Dória, dentro da grande área, salvou de carrinho. Os jogadores tricolores pediram pênalti,mas o árbitro Sandro Ricci considerou que o jogador do Botafogo visou apenas a bola. Aos 45 minutos, depois de pressão na área paulista, a bola sobrou para Edilson que arriscou o chute, bem defendido por Rogério Ceni, no último lance importante da partida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade