Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Chuva atrapalha time leve do Atlético-PR, mas evita gol da Ponte

Curitiba (PR)

O Atlético-PR de Vagner Mancini tem recebido elogios pelo bom futebol apresentado no Campeonato Brasileiro. Com um time leve, o técnico aposta em trocas rápidas de passes e em sufocar os rivais no campo de defesa, por isso ligou sinal de alerta quando as fortes chuvas começaram a cair neste domingo em Curitiba. Apesar do gramado encharcado, o Furacão superou a Ponte Preta e emplacou a segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro.

“Nosso forte é a marcação sob pressão, além do toque em velocidade. Por isso a chuva acabou sendo prejudicial a gente e benéfica a Ponte, que entrou com um time mais pesado. O importante é que passamos no teste”, destacou o treinador rubro-negro na entrevista coletiva após o triunfo apertado por 1 a 0 no Durival de Britto.

Se atrapalhou o estilo de jogo dos atleticanos, a chuva também colaborou para o resultado positivo dentro de casa. No segundo tempo do confronto, a Macaca partia desesperada em busca do empate quando o centroavante William acertou belo passe em profundidade para Chiquinho, que invadiu a área, mas viu a bola ficar presa em poça d’água e limpa para a zaga do Furacão afastar.

“A poça foi a nosso favor, então dou nota dez para ela como zagueiro, porque nos ajudou”, brincou o goleiro Weverton, protagonista do Atlético-PR ao lado de Paulo Baier: “Acho que um ajuda em um jogo, outro ajuda em outro, que no final o grupo é quem ganha. Está todo mundo de parabéns, porque o campo estava ruim, difícil de jogar. Fomos maduros para tocar a bola e fazer o gol para sair com a vitória”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade