Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Claudinei mantém mistério e adia definição do Santos contra Criciúma

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O técnico Claudinei Oliveira adotou tom misterioso e não confirmou a escalação do Santos para o jogo contra o Criciúma, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. Sem poder contar com o volante Alison e o meia Cícero, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o treinador do time alvinegro ainda não escolheu quem serão os respectivos substitutos para o duelo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Eles vão fazer muita falta, não tanto pela parte técnica, pois temos jogadores qualificados para substituí-los. Mas, pelo ritmo e atuações que eles vêm tendo, são ausências sentidas porque têm uma regularidade muito grande. Não podemos lamentar, temos que valorizar quem entra. Temos opções e vamos estudar o Criciúma. Não podemos entrar com uma equipe muito baixa também, porque bola parada é um componente importante do jogo. Vamos pensar no melhor para colocar no domingo”, disse Claudinei.

No lugar de Alison, a tendência é que Renê Júnior seja escalado. Na vaga de Cícero, o comandante santista pode escalar Renato Abreu ou, até mesmo, mudar o esquema tático alvinegro, colocando o time com três atacantes e escalando Willian José como centroavante.

“É uma opção, um jogador que se impõe bastante na área. O problema é que, de vez em quando, ele sai mais do que precisa da área. Ele tem que receber do Montillo para finalizar e não antes dele. Se ele começa a vir muito atrás, a gente perde um homem de referência, daí é melhor ter mais um no meio-campo. Mas não defini nada. Temos que equilibrar o meio-campo, sem deixar de buscar a vitória”, completou.

O Santos volta a treinar na tarde deste sábado, no CT Rei Pelé, quando Claudinei Oliveira testará formações para chegar a conclusão de qual equipe vai a campo contra o Tigre. A única mudança garantida é a volta de Cicinho para a lateral direita, após cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, no empate com o Grêmio.

“Temos tempo até o jogo, então, vamos testar duas formações amanhã (sábado), para ver qual é a ideal. Temos possibilidades e vamos fazer algumas projeções, analisando em cima do Criciúma, antes de definir como iremos atuar”, encerrou o técnico santista.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade