Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Com cabeça no lugar e bem fisicamente, Botafogo empolga Oswaldo

Criciúma (SC)

O Botafogo entrou em campo para encerrar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro diante do Criciúma pressionado pela vitória do Cruzeiro sobre o Flamengo, mas não se desesperou. O Glorioso saiu perdendo logo aos três minutos em Heriberto Hulse, manteve o sangue frio e conseguiu a virada por 2 a 1.

“O mais bacana dessa vitória foi a insistência até o final em uma busca racional. Todo mundo motivado e se atirando na bola, mas de um jeito racional na busca pelo segundo gol. Não é um trabalho só meu. Reconheço meus méritos sim, mas temos um grupo de trabalho excepcional por trás disso”, ressaltou Oswaldo de Oliveira.

O técnico não poupou elogios à atuação de profissionais praticamente anônimos para a torcida. Segundo o comandante alvinegro, funções como as de nutricionista e fisiologista, ocupadas por Rodrigo Vilhena e Altamiro Bottino, respectivamente, têm papel fundamental para que uma equipe de futebol alcance o maior rendimento possível dentro de campo.

“O trabalho do nosso nutricionista é importantíssimo. Ninguém ouviu falar de Vilhena, mas é ele quem da a chance de o Marcelo Mattos no minuto final passar na corrida do jogador mais rápido deles e ganhar a bola. Não é só o Oswaldo, é todo o staff, a comissão técnica. Tem sido muito importante para nós. Tem dado condição a Octávio, Hyuri, Edilson, Lima, Elias e Renato a entrarem em condições”, exaltou. .

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade