Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com início avassalador, Flamengo goleia o Criciúma no Maracanã

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Depois de três partidas sem vencer, o Flamengo voltou a fazer a alegria da sua torcida. Em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã, o Rubro-negro carioca derrotou o Criciúma por 4 a 1, resultado que melhorou a situação do rubro-negro carioca no Campeonato Brasileiro. Agora, o time da Gávea chegou aos 30 pontos ganhos e ocupa a 15ª posição. O Criciúma que completou o sexto jogo sem vitórias, segue na zona do rebaixamento, na 17ª colocação, com 25 pontos ganhos.

O jogo foi decidido no primeiro tempo quando o Flamengo dominou completamente e chegou a estabelecer uma vantagem de três gols. No segundo tempo, o time carioca apenas se preocupou em administrar o resultado a seu favor. A nota curiosa da partida é que os goleiros Helton Leite, do Criciúma, e Felipe, do Flamengo, foram expulsos de campo em lances que resultaram na marcação de penalidades máximas.

O Flamengo voltará a jogar nesta quarta-feira, diante do Coritiba, no Couto Pereira. O Criciúma que tem um jogo adiantado, só entrará em campo, no próximo domingo, diante do Goiás, no Serra Dourada.

O jogo - A torcida do Flamengo tomou um susto logo aos três minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Fábio Ferreira subiu sozinho, mas cabeceou por cima do travessão, perdendo uma grande oportunidade.

No minuto seguinte, o Flamengo marcou o primeiro gol. O time carioca conseguiu um escanteio e após confusão na área catarinense, a bola sobrou para Hernane empurrar para o gol. Os jogadores do Criciúma pediram a marcação de impedimento, mas a arbitragem validou o lance.

A vantagem animou a equipe carioca que quase amplia aos oito minutos. Depois de jogada individual, Paulinho Paulinho passou por Amaral e chutou. A bola passou rente à trave esquerda do Criciúma. Aos 13 minutos, o zagueiro Samir sentiu um problema muscular e obrigou o técnico Jayme de Almeida a queimar a primeira substituição. Chicão entrou na zaga.

O rubro-negro carioca estava mais organizado em campo e pressionava em busca do segundo gol, enquanto o Criciúma encontrava dificuldades para trocar passes e penetrar na defesa adversária.

Aos 17 minutos, o Flamengo marcou o segundo gol. Depois da cobrança de mais um escanteio, a defesa catarinense não conseguiu aliviar o perigo e o zagueiro Wallace acabou aparecendo para tocar para as redes de Helton Leite.

O domínio era total e, aos 20 minutos, Hernane foi lançado por André Santos, entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Helton Leite. O árbitro marcou pênalti e expulsou o goleiro do Criciúma. Bruno entrou no gol e Amaral saiu. Três minutos depois, Hernane fez a cobrança com categoria, no canto esquerdo, e anotou o terceiro gol.

Desorientado e com um jogador a menos, o Criciúma ainda tentou esboçar uma reação. E após cobrança de falta, executada por Daniel Carvalho, a bola bateu na trave direita defendida por Felipe. Logo depois, o técnico Argel Fucks reclamou muito das decisões do árbitro Leandro Vuaden e acabou sendo expulso de campo.

Sem sofrer qualquer tipo de ameaça do adversário, o time do Flamengo reduziu o ritmo e passou a administrar a vantagem, tocando a bola para desgastar ainda mais o Criciúma. Aos 44 minutos, o Criciúma desperdiçou uma ótima chance para marcar o primeiro gol. Daniel Carvalho fez excelente lançamento para Lins que bateu cruzado e a bola bateu na trave direita, quando o goleiro Felipe estava inteiramente fora da jogada.

Aos 46 minutos, Lins foi novamente lançado em velocidade e foi derrubado pelo goleiro Felipe, na pequena área. O jogador do Flamengo, a exemplo de Helton Leite, também recebeu cartão vermelho. Paulo Victor entrou no lugar de André Santos para tentar defender a penalidade, mas Daniel Carvalho bateu no canto direito e anotou o primeiro gol do Criciúma.

Os dois times voltaram para o segundo tempo sem alterações. E o Criciúma, animado pelo gol marcado no final da primeira etapa, retornou mais agressivo, tentando encurtar a marcação para dificultar o toque de bola do adversário. O Flamengo, por sua vez, se comportava de modo bem diferente, em relação ao primeiro tempo, e tocava a bola com muita lentidão. Aos sete minutos, Daniel Carvalho fez bom lançamento para Lins que mandou para o gol, mas a bola saiu sem levar perigo.

O time carioca seguia recuado, preocupado apenas em se defender, e mantendo Hernane isolado entre os zagueiros catarinenses. Só aos 15 minutos é que a equipe rubro-negra chegou com perigo. O volante Luiz Antonio arriscou da intermediária e Bruno fez uma boa defesa. A resposta do Criciúma veio aos 17 com a conclusão de Wellington Paulista que obrigou Paulo Victor a se empenhar para fazer a defesa, em dois tempos.

Os dois se soltaram em busca do gol. Aos 18 minutos, Elias fez ótimo passe para Hernane, mas o atacante concluiu para fora. O Criciúma respondeu em dois lances de grande perigo. Aos 19 minutos, Lins lançou para Wellington Paulista que bateu, de primeira, mas Paulo Victor salvou com os pés. Aos 21 minutos, foi a vez de Lins ser lançado por Morais, encobrir o goleiro Paulo Victor que saiu para tentar fechar o ângulo, mas João Paulo salvou.

Aos 32 minutos, o Flamengo acabou com qualquer possibilidade de reação do Criciúma. Paulinho recebeu na área, tentou concluir,de puxeta, mas a bola sobrou para Elias marcar o quarto gol.

O Criciúma desanimou e o Flamengo quase chegou ao quinto, aos 34 minutos. Hernane entrou na área e chutou. O goleiro Bruno rebateu e Elias completou, mas Marlon desviou para escanteio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade