Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Com Neymar no banco, Barça bate Almería com gols de Messi e Adriano

Almería (Espanha)

Com Neymar no banco de reservas, coube a Messi fazer mais um gol histórico para garantir a sétima vitória em sete jogos do Barcelona neste início de Campeonato Espanhol. A vítima foi o Almería, que voltou para a primeira divisão nesta temporada, após um placar de 2 a 0.

Na tarde deste sábado, mais recordes foram quebrados – Messi entrou no top 5 dos maiores artilheiros da competição, e Tata Martino se tornou o técnico com melhor começo de torneio. Ao mesmo tempo, o Barça lamentou mais uma lesão do melhor jogador do mundo, que será reavaliado neste domingo.

O triunfo no estádio dos Jogos Mediterrâneos também fará com que os culés, agora com 21 pontos e ainda com 100% de aproveitamento, isolem-se ainda mais na liderança da Liga BBVA, já que os rivais Real Madrid e Atlético de Madrid, seus concorrentes diretos pela ponta, irão se enfrenta nesta rodada.

AFP
Messi marcou gol histórico, mas sentiu dores na coxa novamente e pediu para ser substituído (foto: Jorge Guerrero)
Com mais tranquilidade, o Barça irá se concentrar na Liga dos Campeões da Europa, já que visitará o Celtic, nesta terça, pela segunda rodada do Grupo E. É provável que Neymar, descansado pelo rodízio de Tata Martino, seja titular, diferente de Messi, mais uma vez com problema físico.

Enquanto isto, o Almería, ainda sem saber o que é vencer neste Espanhol, terá mais uma missão difícil na oitava rodada: o Sevilla, no próximo sábado, fora de casa. Até agora, foram três empates e quatro revezes para os recém-promovidos.

O jogo: sem Neymar, o Barcelona perdeu criatividade e velocidade no ataque. Mesmo assim, o time criou algumas jogadas, com Iniesta chutando para a boa defesa de Esteban e Piqué cabeceando com perigo. Aos 21, Messi e Pedro fizeram ótima tabela, o argentino arriscou de fora da área e marcou um golaço.

O tento foi mais um recorde do camisa 10, que se igualou a César Álvarez, craque culé da década de 1940, com 223 balanços de rede no Campeonato Espanhol. Agora no top 5 dos maiores artilheiros, Messi só está atrás de Zarra, Hugo Sánchez, Raúl e Di Stéfano no ranking da Liga BBVA.

AFP
Adriano marcou segundo tento do Barça e comemorou ao lado do compatriota Daniel Alves (foto: Jorge Guerrero)
No entanto, as comemorações blaugranas pararam por aí. Pouco depois, Messi deu um arranque e acabou sentindo dores na coxa. O jogador pediu para ser substituído – o técnico Tata Martino mandou Neymar e Xavi para o aquecimento, mas acabou escolhendo o segundo para entrar.

Sem o seu principal atleta, o Barça viu o adversário melhorar no jogo. No último lance antes do intervalo, Rodri apareceu na área em boas condições e chutou, mas Valdés brilhou e salvou os visitantes. Já nos vestiários, o treinador da equipe catalã deve ter cobrado muito dos seus comandados.

Logo aos 11 da etapa complementar, Xavi e Cesc Fàbregas passaram fácil pela defesa oponente e tocaram para o meio da área, onde o brasileiro Adriano só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede e dar mais tranquilidade ainda aos líderes da competição nacional.

Após os 2 a 0, os comandados de Tata Martino passaram a administrar a vantagem. Neymar permaneceu no banco de reservas e viu os colegas Tello e Jonathan dos Santos irem a campo, substituindo Aléxis Sánchez e Iniesta, nesta ordem. O Almería teve gol bem anulado, mas a reação parou por aí.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade