Futebol/Copa do Brasil - ( )

Corinthians joga fichas na Copa do Brasil e inicia embate com Grêmio

Marcos Guedes e Vicente Fonseca São Paulo (SP)

Com os objetivos no Campeonato Brasileiro cada vez mais distantes, o Corinthians se vê jogando quase todas as suas fichas na Copa do Brasil. A meta estipulada no clube é voltar à Copa Libertadores no próximo ano, e o caminho que se apresenta é o dos mata-matas, com a disputa atualmente nas quartas de final.

Na briga por uma vaga nas semifinais, o time do Parque São Jorge encontrará um velho adversário na competição. A partir das 21h50 (de Brasília) de quarta-feira, no Pacaembu, a equipe vai abrir o confronto com o Grêmio, seu rival nas decisões de 1995 e 2001.

Tite estava do lado tricolor na final de 12 anos atrás e saiu vencedor. Em 2009, como técnico do Internacional, ele foi derrotado pelo Corinthians na decisão. Com experiência no torneio, o gaúcho sabe o que é necessário para não deixar escapar a provável última oportunidade da temporada.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Danilo vai atuar à direita de Douglas, auxiliando-o na armação das jogadas alvinegras
“Tirar vantagem na primeira partida é importante. No melhor cenário, é vencer sem tomar gols”, afirmou o treinador. O problema é que sua equipe não consegue uma vantagem, qualquer que seja, há seis partidas. Foram quatro derrotas e dois empates nos últimos jogos no Brasileiro.

O mais recente desses jogos, porém, não foi dos piores. O Corinthians teve um bom segundo tempo no empate por 0 a 0 com o líder Cruzeiro e espera fazer do embate com o Grêmio uma extensão dessa etapa. A formação será parecida, com Guerrero de volta de suspensão. Emerson vai para a linha de armadores, e Romarinho, para o banco.

O adversário da equipe alvinegra também vive um momento de instabilidade na temporada. Após uma sequência de cinco vitórias, os comandados de Renato Gaúcho já estão há três rodadas sem vencer. Eles seguem na zona de classificação à Copa Libertadores, mas, 11 pontos atrás do líder, veem a Copa do Brasil como possibilidade mais real de título.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Renato Gaúcho diz usar inteligência ao deixar atletas experientes, como Zé Roberto, no banco
No Pacaembu, os gaúchos deverão repetir o esquema cauteloso que vêm adotando nos confrontos fora de casa. Será provavelmente mantido o 3-5-2 com três volantes – com Zé Roberto, Elano e Vargas no banco de reservas –, algo possível porque o zagueiro Saimon se recuperou das dores de que reclamava.

A dupla de ataque está mantida, apesar dos três jogos sem marcar. “O Barcos não jogou tudo o que sabe na última partida, mas é o capitão, um ídolo, importante para o esquema. Estou muito satisfeito com ele e com o Kleber”, comentou Renato. O jogo de volta será em 23 de outubro.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X GRÊMIO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 25 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Marcio Eustáquio Santiago (MG) e Kleber Lucio Gil (SC)

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Igor; Maldonado e Ralf; Danilo, Douglas e Emerson; Guerrero
Técnico: Tite

GRÊMIO: Dida; Saimon, Rhodolfo e Bressan; Souza, Pará, Ramiro, Riveros e Alex Telles; Kleber e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade