Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Edu Gaspar vê jogadores percebendo que "tempo passou" e se anima

Campo Grande (MS)

Em meio aos oito jogos sem vitória, o gerente de futebol Edu Gaspar enxergou um fator de ânimo para o Corinthians em quase uma hora de conversa com os jogadores nos vestiários do estádio Morenão após a goleada para a Portuguesa. A postura dos jogadores em assumir a responsabilidade pela situação, até ‘vetando’ a entrevista coletiva do técnico Tite, virou indício de evolução próxima.

“O tempo passou, e eles sabem que podem mudar”, indicou o dirigente, único membro da diretoria presente em Campo Grande e que viu Emerson Sheik e Alessandro ‘tomar o lugar’ de Tite logo depois da vergonhosa derrota por 4 a 0 nesse domingo.

“A atitude deles não foi uma imposição da diretoria, foram eles que se colocaram à disposição de vir assumir a responsabilidade. Isso mostra comprometimento e vontade de querer mudar o quanto antes”, continuou o ex-volante.

A expectativa de Edu é que os jogadores não parem na intenção de assumir a responsabilidade pelos últimos resultados, que deve ser reforçada na reunião marcada para esta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. A solicitação é por uma autoavaliação severa de cada um deles para que a melhora esperada se concretize logo.

“É necessário assumir a responsabilidade com cada um sendo autocrítico na sua posição para buscar melhorias”, indicou o gerente de futebol, ciente de que faltam 14 rodadas para o clube terminar sua participação no Campeonato Brasileiro. Por enquanto, o Timão está em 13º lugar, a dez pontos da zona de classificação para a Libertadores e a seis da faixa de rebaixamento.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
O gerente de futebol Edu Gaspar saiu de quase uma hora de conversa com o elenco citando indícios de evolução

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade