Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Coritiba admite falta de ritmo e quer buscar pontos fora de casa

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Coritiba e Internacional não saíram do zero em um jogo truncado, sem muitas alternativas no Alto da Glória. Pior para o Coxa, que dentro de casa não conseguiu retomar a boa campanha no Campeonato Brasileiro, permanecendo afastado do G4. O meia Alex, que desta vez não conseguiu ser decisivo, admite a queda de rendimento e quer uma recuperação imediata.

“No primeiro tempo foi bom, mas no segundo deu uma caída. Não criamos nada e o Inter também não. Temos que continuar, temos que trabalhar. Faltam duas rodadas para fechar o turno”, disse o jogador, que retornava de lesão e sentiu um pouco da falta de ritmo. “Voltei dentro do esperado. Perdi um pouco do ritmo que tinha, afinal foram vinte dias parados. Mas não é desculpa. Tem que procurar jogar mais. Agora é buscar pontos fora de casa”, ponderou.

Outro que voltou foi Lincoln, que lamentou a falta de ritmo e de sorte do time, ainda que tivesse visto pontos positivos na atuação. “Foram quinze dias parado, o Alex vinte, é natural que a gente sinta um pouco. E quando ficamos com um jogador a mais, o Leandro Almeida também machucou e igualou. Ainda assim achei que o time jogou para frente, com volume de jogo”, avaliou.

O lateral Victor Ferraz lembrou que o adversário faz campanha semelhante e o jogo parelho era esperado. Mas, agora, a missão será recuperar pontos no meio de semana, diante do Botafogo, no maracanã. “É jogo duro, o Inter veio com qualidade, jogou também, e gente tentou chegar, mas pecou nas finalizações. Agora tem mais um jogo difícil, fora de casa, e é tentar busca os três pontos”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade