Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Cuca gostou do 1º tempo do Galo e vê expulsão de Victor como justa

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca lamentou o fato do Atlético-MG não ter conseguido os três pontos no duelo desta quarta-feira, contra o Criciúma, mas não deixou de enaltecer os comandado pelo empenho, mesmo atuando com um jogador a menos, já que Victor foi expulso. O treinador do Galo gostou, principalmente do primeiro tempo alvinegro, porém, cobrou capricho nas finalizações.

“O primeiro tempo nosso, acho que foi o melhor do Campeonato Brasileiro fora de casa. Um primeiro tempo muito bom, com exceção dos gols que perdemos, mas fizemos o gol e dois minutos depois em um lance casual, em que fomos infelizes, o Criciúma acabou empatando. No segundo tempo mudou completamente o jogo. Tivemos o Victor expulso, o Criciúma automaticamente adiantou o time. Foi um jogo que esteve bom, depois ruim e o final esteve bom de volta”, analisou.

O treinador atleticano acredita que a partida era para o Galo somar os três pontos, mas pontua que o jogo foi complicado para o Atlético-MG. “A gente lamenta os dois pontos perdidos, mas foi um jogo de muito contato, muito difícil. Com um jogador a menos durante grande parte do segundo tempo e pelo menos levamos um empate”, disse.

Questionado sobre a expulsão de Victor, Cuca afirmou que o árbitro acertou, e procurou minimizar o erro do goleiro. “Acertou o árbitro. O Victor não errou, tinhamos a bola na lateral esquerda, o Júnior César tentou dar um passe e foi no peito do jogador do Criciúma. É uma jogada de reflexo, e acertou o árbitro na minha opinião. Tinha que expulsar, era o último homem”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade