Futebol/Liga dos Campeões da Europa - ( - Atualizado )

Dani Alves elogia Neymar e diz que Barça vive “momento de transição”

Barcelona (Espanha)

Atual campeão espanhol e semifinalista da última Liga dos Campeões da Europa, o Barcelona vive um novo momento em sua recente história. Agora sob o comando de Gerardo ‘Tata’ Martino e com Neymar na equipe titular, o time catalão parece cada vez mais disposto a abandonar o ‘tiki-taka’, estilo de jogo baseado na manutenção da posse de bola, que o consagrou por cerca de cinco anos. A aposta, agora, é em um futebol mais vertical, objetivo, que proporcione melhores chances de gol durante uma partida. Um dos destaques do Barça neste início de temporada, Daniel Alves confirmou a tentativa de modificação e explicou que a equipe azul-grená está em um momento de transição.

Estamos introduzindo coisas novas em nosso estilo de jogo para surpreender e rivalizar com nossos adversários. Alternamos um jogo mais objetivo, mas com a mesma intenção de manter a posse de bola e ter volume de jogo. Acredito que é fundamental ganhar para melhorar e corrigir coisas. Estamos em um momento de transição para buscar nossa melhor versão. É difícil, custoso, mas estamos no caminho certo, porque, apesar destes ajustes, estamos ganhando", disse o lateral direito brasileiro, em entrevista à Barça TV.

Apesar das goleadas sobre Santos e Levante em duas de suas primeiras partidas na temporada, o Barcelona vem sofrendo para vencer sob o comando de Tata Martino. Triunfou por 3 a 2 sobre Valencia e Sevilla, pelo Campeonato Espanhol, e, apesar do 4 a 0 sobre o Ajax na última quarta-feira, pela primeira rodada da Liga dos Campeões da Europa, não teve uma atuação convincente. Prova disto é que o goleiro Victor Valdes foi um dos melhores em campo.

AFP
Daniel Alves justificou o "sofrimento" do Barcelona para vencer suas partidas neste início de temporada

Para Daniel Alves, porém, estas dificuldades são naturais, uma vez que a equipe está aos poucos abandonando o ‘tiki-taka’ e apostando em um futebol mais vertical. “Antes nos éramos previsíveis, todos passaram a nos conhecer e marcar melhor. Se temos diferentes variantes, o adversário não saberá se atacaremos com mais ímpeto ou trabalharemos a posse de bola. É isto o que estamos trabalhando”, completou.

O lateral também falou sobre Neymar. Como não poderia deixar de ser, rasgou elogios ao jovem atacante, com o qual mantém forte amizade fora das quatro linhas. “Neymar é um menino muito fácil de lidar. Ele tem humildade apesar de ser um dos melhores jogadores do mundo. É um garoto que veio aprender e tentar ser melhor tanto profissional como pessoalmente. É difícil quando alguém chega achando que já sabe tudo, e ele não veio com esta atitude”, ressaltou.

Para finalizar, Dani Alves analisou a partida contra o Ajax, na última terça-feira, válida pela primeira rodada do Grupo H da Liga dos Campeões da Europa. Após um primeiro tempo morno e com poucas chances de gol, o time catalão anotou três gols na etapa complementar e venceu o duelo por 4 a 0, estreando com o pé direito na maior competição de clubes do mundo.

“No primeiro tempo faltou a gente ser mais inteligente. Se não podemos pressionar, o melhor é recuar e nos organizarmos melhor, porque demos muito espaço atrás, e corremos risco de sofrer gols. Na segunda etapa, porém, conversamos sobre isto e melhoramos muito”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade