Futebol/Bastidores - ( )

Desistência de vices torna Aidar único candidato de Juvenal

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Carlos Miguel Aidar é quem vai concorrer pela situação à presidência do São Paulo, na eleição de abril de 2014. Após Julio Casares (vice-presidente de comunicações e marketing) ter desistido do pleito para apoiá-lo, os demais pré-candidatos tomaram a mesma decisão por um nome de consenso.

Vice social e de esportes amadores, Roberto Natel anunciou sua retirada no fim da tarde de segunda-feira. Ele era uma das alternativas menos prováveis, mas havia se animado depois que foi confirmado pelo presidente Juvenal Juvêncio, em reunião realizada na quinta-feira passada, como um de seus quatro pré-candidatos.

Apenas Carlos Augusto de Barros e Silva (o Leco, atual primeiro vice-presidente) ainda não conversou com Aidar, mas já foi informado da preferência de Juvenal e dos demais membros da diretoria. Leco foi o primeiro nome especulado e tinha mesmo desejo de concorrer à presidência.

"É um desafio muito grande fazer jus à confiança que estão - Juvenal e sua diretoria - depositando em mim", disse Aidar, que presidiu o São Paulo de 1984 a 1988 e esteve no CT da Barra Funda na manhã desta terça-feira.

"Eu não era candidato, havia dito que meu candidato seria o candidato do Juvenal. Mas começou uma grande procura de conselheiros, associados e pessoas influentes pedindo que eu fosse o candidato. Por essa razão, acabei aceitando essa condição, no domingo. As adesões foram muito significativas", explicou o conselheiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade