Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Dunga: erros de passe e finalização foram fatais para revés do Inter

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O técnico Dunga, a exemplo do diretor de futebol Luís César Souto de Moura, não colocou na ausência de D’Alessandro a justificativa para a derrota do Inter para o Bahia, por 2 a 0, nesta quinta-feira. Segundo o treinador colorado, a equipe errou passes demais em Salvador e, embora tenha criado várias chances para marcar no segundo tempo, acabou pecando também nas finalizações.

“Essa foi a única partida em que não tivemos qualidade no passe. Foi um jogo ruim, com muitos passes errados (33, segundo o site Footstats). Erramos demais, principalmente no primeiro tempo. A diferença é que a gente não faz quando tem as chances. Os jogadores tiveram muita ansiedade, às vezes capricham demais para tirar a bola do goleiro e não colocamos dentro do gol”, analisou o técnico.

Com a derrota para o Bahia, o Inter estacionou nos 34 pontos. A equipe manteve a 5ª colocação na tabela do Campeonato Brasileiro, mas a diferença até o G-4 aumentou de um para quatro pontos, já que o Atlético-PR derrotou o Flamengo no Maracanã. Dunga admitiu frustração com a campanha de sua equipe.

“Lógico que a gente fica frustrado. A frustração é todos aqui. Foi a terceira chance que tivemos de entrar no G-4, e gente não consegue vencer. O time cria, cria, mas eles chegam na nossa área e marcam o gol”, reconheceu o treinador do Internacional. Domingo, o Colorado tentará diminuir novamente para a zona da Libertadores. Enfrentará a Portuguesa, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade