Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Motivado, Bahia pega líder da Colômbia para voltar ‘vivo’ à Fonte Nova

Medellín (Colômbia)

Em ascensão no Campeonato Brasileiro, o Bahia inicia nesta quinta-feira a sua caminhada internacional na Copa Sul-americana de 2013. Considerado mais fraco que o adversário, o Tricolor encara o Atlético Nacional, atual líder do Campeonato Colombiano, às 22 horas (de Brasília), no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín. O jogo será válido pela ida das oitavas de final da competição.

Após viver um período instável, o Bahia se recuperou no Campeonato Brasileiro e já soma quatro partidas sem derrotas. Além disto, chega motivado por duas vitórias consecutivas sobre rivais que ocupam a parte de cima da tabela: Internacional e Botafogo. Apesar disto, os baianos preferem adotar a tranquilidade para comentar a partida desta quinta. O motivo: A ausência de 24 anos do clube tricolor em competições internacionais.

“Nosso time precisa estar concentrado os 90 minutos para conseguir um bom resultado. Não estamos acostumados a jogar partidas deste tipo, mas temos que fazer um jogo inteligente, procurando manter a posse de bola para desesperá-los. Quando tivermos a oportunidade de fazer o gol, temos que fazer”, afirmou o lateral colombiano Ângulo, ex-jogador de América de Cali e Deportivo Cúcuta, que está acostumado a enfrentar o time de Medellín em toda a sua carreira.

A missão desta quinta-feira, no entanto, é muito complicada. O Atlético Nacional é o líder do Campeonato Colombiano com seis pontos e dois jogos a menos que o segundo colocado, Deportivo Cali, e já soma 23 partidas de invencibilidade. Além disto, o goleiro argentino dos Verdes, Franco Armani, já reúne 900 minutos sem ser vazado.

Divulgação/E. C. Bahia
Torcida tricolor espera que o Bahia traga um bom resultado para a partida de volta, na Arena Fonte Nova

“O Nacional é um time forte, mas acho que o Bahia fará uma boa partida. O ponto forte deles é o ataque, com jogadores experientes e muito rápidos pelos lados”, disse Ângulo. “Eles têm uma equipe rápida, que joga buscando o gol a todo momento. Temos que ter atenção. Vamos tentar sair daqui da Colômbia sair sem levar gol. Se conseguirmos isso, no mínimo teremos um empate. E aí iremos para cima deles na Fonte Nova”, completou o goleiro Marcelo Lomba.

Para o confronto desta quinta, o técnico Cristóvão Borges deve promover algumas modificações no time principal. Apesar de não revelar qual será a formação inicial, o comandante já admitiu que poupará alguns titulares. Isto porque o Estádio Atanasio Girardot, local do jogo, fica a 1.479 metros do nível do mar, e a equipe baiana vem de uma dura sequência no Campeonato Brasileiro (no domingo, por exemplo, já encara o Vasco, na Arena Fonte Nova).

O Atlético Nacional, por sua vez, vai para a partida descansado, uma vez que o jogo contra o Milionários, pelo Campeonato Colombiano, na última terça-feira, foi adiado devido a violência na cidade de Bogotá. Dois torcedores morreram em uma briga fora do estádio, o que fez o governo tomar a decisão de cancelar a partida.

Atlético Nacional e Bahia se enfrentam nesta quinta-feira, em 22 horas (de Brasília), pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Para chegar a esta fase, o Tricolor passou pela Portuguesa, enquanto os colombianos despacharam o Inti Gás, do Peru, e o Guaraní, do Paraguai.

Confira o outro jogo desta quinta pelas oitavas de final da Copa Sul-americana: (horário de Brasília)

19h30 River Plate x Liga de Loja

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade