Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Estrangeiros marcam, e Internacional empata com o Vitória no Vale

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Paraguai e Argentina se enfrentaram na terça-feira pelas eliminatórias para a Copa do Mundo e reviveram nesta quinta, no Estádio do Vale, um pequeno duelo particular na abertura do returno do Brasileirão. Com dois gols do argentino D’Alessandro para o Inter e dois do paraguaio Cáceres para o Vitória, gaúchos e baianos ficaram no 2 a 2 em Novo Hamburgo.

O Vitória começou surpreendendo o Inter e abriu o placar cedo num golaço de Cáceres. Quando era melhor em campo, o time baiano acabou sofrendo a virada. Ela veio em dois minutos, com dois gols de D’Alessandro, que teve mais uma grande atuação. Na etapa final, o aspecto físico pesou. Cansado pela forte sequência de jogos, o time gaúcho recuou e cedeu o empate, em mais um belo gol do paraguaio Cáceres.

O empate é ruim para o Inter, que fica a quatro pontos de distância da zona da Libertadores, com 31 pontos, em quinto. O Vitória, com o ponto ganho no Rio Grande do Sul, sobe para 24, na 11ª colocação ao final do jogo. O Colorado volta a campo no domingo, quando enfrentará o Criciúma, no Heriberto Hülse. No mesmo dia, o Vitória recebe o Náutico, no Barradão.

O jogo – Mesmo desgastado pela forte sequência de jogos (jogou terça diante do Santos), o Internacional partiu para cima do Vitória no comecinho, com boas chegadas de Leandro Damião e Otávio. No entanto, o time gaúcho sofreu um duro golpe logo aos oito minutos: após receber ótimo lançamento de Ayrton, Cáceres entrou livre e encobriu Alisson, fazendo um golaço para abrir o placar no Estádio do Vale.

Arte GE.Net
Enquanto o Colorado tinha dificuldades para furar a defesa baiana, o Vitória esbanjava perigo nos contragolpes. Num deles, Marquinhos cruzou e Kleber chegou para salvar o time da casa. Aos 17, uma grande chance: Renato Cajá entortou Ygor a dribles, invadiu a área e chutou para espalmada providencial de Alisson. O Inter enfim levou perigo aos 21: Otávio fez boa jogada pela esquerda e chutou para boa defesa de Wilson.

Aí, D’Alessandro entrou em ação. Aos 26, argentino cobrou falta com perfeição e decretou o 1 a 1. Dois minutos depois, Leandro Damião escapou pela direita e cruzou para a chegada de D’Ale, que girou, bateu no cantinho e virou o jogo. Foi o sétimo gol do argentino, que marcou os últimos quatro gols colorados no Brasileirão.

Assustado, o Vitória sentiu o golpe e só chegou de novo com perigo aos 35, em cabeçada de Dinei bem defendida por Alisson. Aos 41, grande chance: Cáceres recebeu na área, matou no peito e emendou um sem pulo que raspou o poste, quase marcando o seu segundo golaço no jogo. Na jogada seguinte, o goleiro colorado se atrapalhou e quase entregou o ouro para Renato Cajá. O Inter deu o troco aos 44, em chute de Leandro Damião que raspou a trave.

No segundo tempo, foi o Inter que tomou a iniciativa: aos três minutos, Scocco fez boa jogada e cruzou, mas Victor Ramos salvou o Vitória. Aos seis, foi Josimar quem chegou com perigo, mandando de primeira por cima do gol. A partida, porém, seguiu equilibrada, e aos poucos o time baiano foi se soltando em busca do empate. Aos 19, Marquinhos levou perigo em chute da entrada da área.

Pouco depois, o Inter perdeu o goleiro Alisson, lesionado, e Muriel entrou em seu lugar. Aos 27, quatro minutos depois de entrar em campo, o novo goleiro do Inter já sofreu gol: a zaga colorada afastou cruzamento feito para a área nos pés de Cáceres, que mandou de primeira e fez seu segundo golaço da noite: 2 a 2.

Mesmo cansado pela forte sequência de jogos dos últimos dias, o Internacional ainda teve fôlego para chegar ao ataque nos minutos finais. Aos 40, após boa troca de passes, Otávio deu de peito e Scocco girou mandando por cima. No minuto seguinte, Alex raspou o travessão em belo chute de fora da área. Aos 42, Felipe Lima respondeu para o Vitória: entrou livre pela direita e perdeu grande chance, chutando para fora na saída de Muriel. Alex ainda obrigou Wilson a uma boa defesa aos 47, mas o jogo acabou mesmo no 2 a 2.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade