Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ex-agente de Adriano volta a criticar Ronaldo: “Não tenho respeito”

São Paulo (SP)

Empresário de Adriano nos melhores momentos da carreira do atleta, Gilmar Rinaldi rompeu seu vínculo com o centroavante em 2011, quando o jogador acertou contrato com Corinthians. E, em entrevista ao canal Bandeirantes, nesta terça-feira, o agente mostrou mágoa com o ex-atacante Ronaldo, seu companheiro na Copa do Mundo de 1994 e um dos principais responsáveis na negociação com o clube alvinegro.

Em 2011, ainda sob comando de Andrés Sanchez, o Corinthians iniciou conversas Gilmar Rinaldi para garantir acerto com Adriano. Sabendo dos problemas de seu cliente fora de campo, o agente exigiu atendimento médico ao atacante e teve a proposta aceita pelo mandatário alvinegro. Entretanto, Ronaldo entrou na negociação e assumiu responsabilidade pelo comportamento de seu possível companheiro de elenco.

“Eu exigi que constasse no contrato uma cláusula de obrigatoriedade de assistência médica, com psicólogo e psiquiatra. Eu nunca vou brigar com Adriano. A negociação estava fechada, inclusive minha comissão. O Ronaldo se aproveitou do momento, foi irresponsável e inconsequente, pois sabia dos problemas existentes. Não tenho mais respeito por ele”, afirmou.

Em sua passagem pelo Corinthians, Adriano disputou apenas sete partidas, sendo três como titular, e marcou dois gols. O primeiro deles, inclusive, ajudou o clube alvinegro a garantir o título do Campeonato Brasileiro de 2011. No entanto, com problemas disciplinares e mau rendimento em campo, o atacante acabou acertando saída em 2012.

No mesmo ano, em agosto, Adriano anunciou retorno ao Flamengo, clube que o revelou para o futebol em 2000 e pelo qual foi campeão brasileiro em 2009, ainda assegurando artilharia da competição nacional. Três meses depois, novamente por problemas disciplinares, deixou o time rubro-negro sem sequer disputar um jogo. Desde então, o atleta chegou a ser cogitado para defender Internacional ou Botafogo neste ano, mas não acertou com nenhum clube;

“O Adriano nunca me decepcionou. O maior defeito dele é ter o coração muito grande. Ele precisa aprender a dizer não no mundo do futebol”, encerrou o empresário Gilmar Rinaldi, que define seu ex-cliente como um "filho".

Fernando Dantas/Gazeta Press
Aos 31 anos, Adriano não atua desde 4 de março de 2012, na derrota do Corinthians por 1 a 0 diante do Santos

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade