Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Ex-caldeirão, Morumbi volta a vencer uma partida por Muricy

Tossiro Neto São Paulo (SP)

O Morumbi não tem sido um bom lar para o São Paulo em 2013. Já foram dez derrotas como mandante no ano, seis delas no Campeonato Brasileiro - a mais recente na semana passada, para o Criciúma. Mas, na quinta-feira, o estádio voltou a contagiar os atletas em busca da vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta. Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro, estava de volta.

Foi principalmente o retorno do treinador que reanimou a torcida, a qual, por consequência, transmitiu essa energia ao time ao longo dos 90 minutos. "Isso passa para os jogadores. Na nossa chegada, os torcedores gritaram meu nome, e os jogadores que não me conheciam devem ter ficado surpresos", disse.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Técnico tricampeão brasileiro reanimou torcedores
"Quando chegamos na rotatória (em frente ao portão principal do estádio), já foi emocionante. Acontece em alguns clubes em que eu trabalhei. Eu me identifico muito com o torcedor. Nos quatro anos e meio que fiquei afastado daqui, sempre me pediam para voltar. No futebol, ser reconhecido assim, não é fácil. É porque a gente fez alguma coisa de bom no clube. É muito legal", comentou.

Muricy teve seu nome gritado ainda ao surgir no gramado e também depois do apito final. Ele retribuiu ao carinho levando a mão à região do uniforme onde fica o escudo do clube, em cima coração, e retornou ao vestiário para agradecer ao time pelo resultado. Não sem cobrar dos jogadores que tenham a mesma dedicação nas próximas partidas ali.

"A gente tem que fazer do Morumbi outra vez a nossa casa. Antigamente, era muito difícil algum time de fora ganhar aqui. Muito difícil. De uns tempos para cá, a gente está tendo dificuldade. Temos que voltar a fazer do Morumbi um caldeirão, como sempre foi", pediu o comandante, no dia em que as informações sobre público e renda estranhamente não foram divulgadas pelo clube.

O próximo compromisso em casa será apenas na quarta-feira que vem, contra o Atlético-MG. Antes disso, o São Paulo enfrenta o Vasco, no domingo, em São Januário.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade