Futebol/Amistoso - ( )

Felipão aumenta grupo do Brasil e cogita “mais dois novos” atletas

Foxborough (EUA)

Os amistosos contra Austrália e Portugal serviram para o técnico Luiz Felipe Scolari testar novidades no grupo que havia sido estabelecido durante a Copa das Confederações. Mesmo sem citar nomes, o treinador reconheceu que sua base na Seleção Brasileira conta com mais atletas a partir das duas vitórias.

“Nos jogos contra a Austrália e hoje (terça) vi que posso acrescentar mais gente no grupo de 17 ou 18, porque são jogadores que podem modificar durante a Copa do Mundo. Gostei, acho que ganhamos no mínimo mais dois jogadores. Nos próximos, podemos ver mais dois novos”, afirmou.

As principais novidades em relação ao time campeão da Copa das Confederações foram o lateral direito Maicon e o volante Ramires, que foram titulares na goleada sobre a Austrália e também na vitória sobre Portugal. O ala chegou a falhar feio diante dos europeus, mas recebeu o apoio do grupo, enquanto o meio-campista parece reconquistar o espaço perdido no começo do ano.

AFP
Felipão está com uma base formada para a disputa da Copa do Mundo (Foto: Jared Wickerham)
Quem também apareceu foi o lateral esquerdo Maxwell, que já havia sido chamado para o duelo diante da Suíça, depois da Copa das Confederações, e foi convocado novamente para estes dois amistosos, substituindo o lesionado Marcelo diante de Portugal. No entanto, o treinador ainda adverte que há mais partidas para definir o grupo para o Mundial.

“Não dá para confirmar totalmente ainda, porque faltam quatro jogos este ano e teremos mais um em março. Há uma série de detalhes que pode me fazer mudar, como lesão ou qualquer coisa”, afirmou o técnico, que, antes da Copa de 2002, tinha a certeza da convocação de Djalminha, mas mudou de ideia depois que o meia se desentendeu com o técnico do Deportivo La Coruña (Kaká herdou a vaga no torneio).

Durante os recentes amistosos, Felipão também fez testes com as substituições. O corintiano Alexandre Pato entrou no decorrer dos dois jogos, inclusive com gol diante da Austrália. Já o zagueiro Henrique, que era jogador de extrema confiança do técnico no Palmeiras, foi improvisado como volante no segundo tempo diante de Portugal, pois o treinador explicou que precisava cortar as jogadas aéreas dos adversários.

Felipão terá novas oportunidades para observar o grupo da Seleção Brasileira em outubro. No dia 12, a equipe pentacampeã enfrentará a Coreia do Sul, na cidade de Seul. Já no dia 15, o confronto será com a Zâmbia, na China.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade