Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ferdinand defende limite de estrangeiros no futebol inglês

Manchester (Inglaterra)

Um dos principais jogadores do futebol inglês ao longo da última década, o zagueiro Rio Ferdinand disputou três edições da Copa do Mundo e acompanhou de perto a equipe britânica fracassar em todas elas. E, em entrevista ao jornal The Mail on Sunday, o atleta do Manchester United apontou a presença de estrangeiros no Campeonato Inglês como um dos principais fatores para o rendimento da seleção.

“Ter tão poucos jogadores ingleses em nosso torneio nacional enfraquece a seleção. Analisem o jogo entre Manchester City e Newcastle. Havia poucos atletas locais em campo. É uma desgraça”, afirmou o zagueiro, lembrando o embate realizado no último dia 19 de agosto, quando apenas três ingleses começaram como titular.

Atuando pelo Manchester United desde 2002, Ferdinand terá 19 atletas estrangeiros como companheiros nesta temporada. O Brasil, com o meio-campista Anderson, o lateral direito Rafael e o lateral esquerdo Fábio, é o país com maior número de representantes no plantel comandado pelo treinador David Moyes além dos atletas ingleses.

Em entrevista ao canal Sky Sports, o presidente da Federação Inglesa (FA, em inglês), Greg Dyke, evidenciou vontade de impor limite de dez jogadores estrangeiros por clube. Na próxima quinta-feira, a alta cúpula do futebol britânico irá se reunir para discutir sobre os vistos de trabalho para atletas internacionais.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade