Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

"Fico com o coração na mão", diz Felipão sobre o risco de lesões

Rio de Janeiro (RJ)

Nos amistosos contra Coreia do Sul e Zâmbia, respectivamente dias 12 e 15 de outubro, a Seleção Brasileira terá ao menos três modificações em relação ao time titular que conquistou a Copa das Confederações, há três meses. Sem poder contar com Júlio Cesar, Thiago Silva e Fred, todos lesionados, Felipão revelou temer a perda de mais jogadores até a Copa do Mundo, que começa em junho de 2014.

“Em todo jogo (que assisto) fico com o coração na mão em relação à convocação e tudo mais. Ontem (quarta-feira) mesmo à noite falei com o Maicon. Ele disse que foi uma cãibra, e que sábado ou domingo volta a jogar”, disse Felipão.

Convocado pela segunda vez consecutiva por Scolari, Maicon correu o risco de ficar fora da lista de relacionados porque na última quarta-feira deixou o jogo do seu time, a Roma-ITA, reclamando de dores musculares.

Por outro lado, o treinador da Seleção se mostrou tranquilo em relação às contusões de Júlio Cesar e Thiago Silva. O goleiro teve de ser submetido a cirurgia por ter fraturado um dedo da mão esquerda e luxado dois da direita. Já o zagueiro sofreu lesão no tendão da coxa esquerda, em partida do Paris Saint-Germain no último fim de semana.

“O Júlio fez a cirurgia que tinha de ser feita, sob a observação do Dr. Runco (médico da Seleção). A previsão é que volte a treinar em 30 dias. O Thiago serão seis semanas, e é uma lesão qualquer”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade