Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Figueira aproveita vantagem, bate Ceará e freia arrancada do rival

Florianopolis (SC)

Depois de vencer três jogos seguidos e de se aproximar das primeiras posições, o Ceará voltou sentir o sabor amargo da derrota. Diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, na noite desta terça-feira, o Vovô suou, mas não segurou a pressão e acabou derrotado nos instantes finais por 2 a 1.

Os cearenses saíram na frente ainda na primeira etapa, quando jogavam melhor. Mota, aos 26 minutos, marcou 1 a 0 no placar. Aos 11 minutos do tempo complementar, Maylson empatou e deu números finais à partida. Já nos minutos finais da partida, aos 47, Zé Roberto virou e deu números finais à partida.

O Ceará continua na oitava colocação, com 35 pontos. O Figueirense, por sua vez, foi a 35 e ganhou quatro posições, inclusive a do rival – no número de vitórias, dormindo em oitavo.

Na próxima rodada, o Figueira encara o Boa Esporte em Varginha. O Ceará, por sua vez, volta ao Castelão, onde faz clássico regional contra o Icasa.

O jogo - Aproveitando o embalo de três vitórias seguidas, o Ceará não se intimidou por jogar fora de casa, mostrando bastante leveza nos primeiros momentos. O bom futebol do Vovô era respondido à altura pelos anfitriões, que equilibravam o duelo no meio-campo.

Arte GE.Net
Com o jogo travado, as reais chances de gol demoraram a surgir, mas quando ela surgiu, foi fatal. Aos 26 minutos, Mota tabelou com Magno Alves e mandou para as redes.

O Ceará cozinhou o jogo até a virada para o segundo tempo e parecia preparado para levar assim a partida e os três pontos, mas logo aos quatro minutos, o zagueiro Potiguar foi expulso e complicou as coisas para o Vovô.

O Figueirense se aproveitou da vantagem e, sete minutos depois, com Maylson, empatou o jogo e começou a pressionar a equipe visitante.

A virada quase veio aos 30 minutos, mas o cabeceio (contra) de Diego Ivo parou em um milagre do goleiro Jailson. A insistência dos anfitriões foi premiada no apagar das luzes. Zé Roberto marcou aos 47 minutos o gol que deu a vitória ao Figueira, mantendo vivo o sonho do acesso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade