Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Flamengo usa 'fator casa' e derrota o Santos no Maracanã

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo derrotou o Santos, por 2 a 1, em partida disputada na noite desta quinta-feira, no Maracanã, resultado que aliviou a pressão que rondava o clube da Gávea, por causa dos maus resultados, no Campeonato Brasileiro. A vitória fez a equipe rubro-negra chegar aos 25 pontos e pular para a 11ª posição, se afastando da zona do rebaixamento. O Santos segue com 28 pontos, na sétima colocação.

O time dirigido por Mano Menezes só precisou ser objetivo para derrotar um adversário sem qualquer inspiração. Apesar da presença de Renato Abreu, homenageado pela torcida rubro-negra com cartazes, o Santos se mostrou desgastado fisicamente e não colocou em risco, em momento algum da partida, a vitória da equipe carioca. os gols foram marcados por Léo Moura e Hernane para o Flamengo, e Cícero, de pênalti, para o Santos.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará a Ponte Preta, em Campinas. O Santos vai receber o Botafogo na Vila Belmiro.

O jogo - O Flamengo começou a partida no ataque. E antes do primeiro minuto, criou a primeira chance de gol. Paulinho foi lançado pela direita e cruzou para Gabriel completar por cima do gol defendido por Aranha.

O Santos só chegou na área rubro-negra, aos três minutos.Alison recebeu de Renê Júnior e arriscou de longe, mas a bola passou à direita de Paulo Victor. O lance animou a equipe paulista e, aos seis minutos, Renato Abreu fez um bom cruzamento para Everton Costa que cabeceou mal e mandou a bola para longe do gol.

Arte GE.Net
Os dois times atuavam de forma franca e não encontravam grandes dificuldades para organizar ataques. Aos sete minutos, Elias fez bom passe para Gabriel que se atrapalhou ao tentar concluir e desperdiçou uma boa oportunidade.

O time dirigido por Mano Menezes aumentou a pressão e forçou o Santos a recuar. Aos 11 minutos, após tabela com Carlos Eduardo, Paulinho penetrou na área e chutou com perigo. A pressão rubro-negra acabou resultando no primeiro gol, marcado por Léo Moura aos 19 minutos. O lateral-direito aproveitou a sobra, após tentativa de conclusão de Hernane, para tocar na saída do goleiro Aranha.

Em desvantagem, o Santos tentou partir para o ataque, mas não conseguia ultrapassar a marcação montada pelo time carioca. Só aos 26 minutos é que o Peixe ameaçou. O volante Cáceres perdeu a bola para Cícero que arriscou de fora da área, mas a bola subiu muito. O lance animou a equipe santista que voltou a incomodar aos 31 minutos, quando Thiago Ribeiro fez boa jogada individual e invadiu a área, mas teve seu chute bloqueado pelo zagueiro Samir.

O Flamengo procurava administrar a vantagem, enquanto o Santos tentava pressionar, mas cometia muitos erros de passe. Aos 42 minutos, Renê Júnior fez bom passe para Everton Costa que concluiu muito mal.

No último lance do primeiro tempo, Renato Abreu teve a oportunidade de fazer a cobrança de uma falta na intermediária, mas a bola subiu muito e nem assustou Paulo Victor.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. Aos quatro minutos, o primeiro momento de perigo para a defesa santista. Gabriel bateu escanteio, a zaga rebateu mal e Carlos Eduardo concluiu para fora.

Aos nove minutos, o Flamengo marcou o segundo gol. Carlos Eduardo recebeu bom passe de Paulinho, invadiu a área e apenas rolou para Hernane, inteiramente livre, tocar para as redes de Aranha. Um minuto depois, Everton Costa penetrou na área e foi derrubado por Samir. Cícero bateu no canto esquerdo e marcou o primeiro gol do Santos.

O técnico Claudinei Oliveira decidiu adiantar sua equipe, trocando o volante Alison pelo atacante Gabriel, mas o Flamengo seguiu mais perigoso. Aos 17 minutos, Paulinho tentou concluir, de bicicleta, mas a bola passou longe do gol santista. Três minutos depois, André Santos fez um cruzamento perigoso, exigindo uma saída precisa do goleiro Aranha para aliviar o perigo.

Os dois times caíram muito de produção. O excesso de passes errados impedia a criação de boas jogadas e o torcedor quase não encontrava motivo para vibrar. Depois dos 30 minutos, o Flamengo recuou para defender o resultado,mantendo apenas o atacante Hernane, isolado, na frente.

Aos 36 minutos, sem poder de penetração, Thiago Ribeiro decidiu arriscar de longe e quase surpreendeu Paulo Victor. Dois minutos depois, o Flamengo desperdiçou uma grande oportunidade de marcar o terceiro gol. Depois de jogada individual de Carlos Eduardo, a bola sobrou para Paulinho, inteiramente livre, mas o meia chutou para fora.

Aos 40 minutos foi a vez de Thiago Ribeiro perder uma ótima chance para empatar. Ele ganhou da zaga rubro-negra, na corrida, mas a conclusão foi muito ruim. Nos minutos finais, o time carioca recuou para garantir o resultado. Por reclamação, o técnico Mano Menezes acabou expulso de campo, mas a equipe rubro-negra conseguiu a vitória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade