Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Galliani desembarca em Madri e começa a negociar a volta de Kaká

Madri (Espanha)

Diretor-executivo do Milan, Adriano Galliani já está em Madri para tentar negociar por Kaká. De acordo com o jornal italiano Gazzetta dello Sport, Galliani e o presidente do Real, Florentino Pérez, foram flagrados almoçando juntos no restaurante Puerta 57, dentro do estádio Santiago Bernabéu.

Galliani admitiu a dificuldade da conversa, mas a aposta está na comodidade da transferência: Kaká recebe um dos salários mais altos do elenco merengue, já tem 32 anos de idade e sofre com problemas crônicos na região do púbis, fatores que tornam o meia uma espécie de peso para o clube espanhol.

AFP
Galliani se encontrou com Florentino Pérez
E o Milan seria uma ótima casa para o brasileiro recuperar o bom futebol, perdido desde que deixou o San Siro, em 2009 – lá, Kaká conquistou todos os títulos de expressão possíveis e foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa (2007), ganhando o apelido de “Príncipe” e “Menino de ouro” dos locais.

Para tal, Kaká aceita até uma redução salarial de 3 milhões de euros anuais (quase R$ 10 milhões), em contrato de duas temporadas. Caso acerte com o jogador, Galliani só terá pela frente Florentino Pérez, que entende a necessidade de fazer caixa para comprar Gareth Bale e regular o grupo.

Isto porque o Campeonato Espanhol permite só 25 inscritos, sendo que o técnico Carlo Ancelotti, atualmente, trabalha com 27 nomes – o goleiro Adán seria o outro ‘sacrificado’. Meia alemão, Mesut Özil também chegou a ser especulado fora do Real, mas a tendência é a de que ele permaneça no clube.

Pérez, que abriu os cofres do Santiago Bernabéu para tirá-lo do San Siro, em 2009, não quer perder muito do seu investimento, e agora pede quase R$ 60 milhões para liberá-lo, mais do que o dobro do que o Milan oferece: R$ 24 milhões.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade