Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ganso fica no Reffis em dia de treino pegado no São Paulo

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Debaixo de um forte sol na manhã desta sexta-feira, Muricy Ramalho iniciou a preparação do São Paulo para encarar o Goiás no domingo, às 16 horas (de Brasília) no Serra Dourada. O destaque dos trabalhos no CT da Barra Funda foi a ausência de Paulo Henrique Ganso, que realizou fortalecimento muscular no Reffis.

O meia tem sido muito elogiado pelo treinador nos últimos jogos pela entrega demonstrada em campo e não participou com o restante do grupo sequer dos aquecimentos. A situação do maestro tricolor, a princípio, não preocupa a comissão técnica, que deve relacioná-lo para a viagem à Goiânia neste final de semana.

"Pelo que conheço do Ganso, não (deve ter problema). Fez três jogos muito pegados, teve de se sacrificar. Ele sem a bola ajudou muito e sentiu um pouco a parte física, por isso foi poupado. É só recuperar", explicou o comandante são-paulino.

Na atividade desta sexta-feira, Muricy separou duas equipes com 12 jogadores cada na metade do gramado. A intenção era que os são-paulinos, com direito a apenas dois toques, prendessem o máximo possível a posse da bola, sem a o objetivo de chutar a gol. O trabalho foi muito disputado, com divididas, gritos de motivação e até uma cobrança inusitada de Aloísio.

Gazeta Press
São-paulinos treinaram nesta sexta-feira sem contar apenas com PH Ganso (Foto: Bruno Grossi)
O atacante, reconhecido pelo esforço nas partidas, recebeu do zagueiro Antônio Carlos na meia direita e tentou passe de primeira para o setor ofensivo. O lançamento, no entanto, parou no peito de um defensor do time adversário e o Boi Bandido não perdoou o próprio erro. “Ô, Aloísio, seu filho da p...”, disparou.

Na sequência, o possível time titular -- formado por Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Antônio Carlos e Reinaldo; Denílson, Rodrigo Caio, Jadson e Ganso; Welliton e Luis Fabiano – correu em volta do gramado, enquanto os reservas disputaram rachão em campo reduzido.

Entre os suplentes, o lateral direito Douglas e o volante Wellington mais uma vez participaram normalmente dos treinos, mas não têm chances de iniciar a partida com o Goiás. "O Wellington ficou um tempo sem jogar, fez coletivo, mas falta muita coisa, porque perdeu peso. Douglas é o mesmo caso, treinou forte, mas precisamos estudar com carinho a condição dele", afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade