Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Gil vê momento de ficar em casa, mas descarta conselho a Pato

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Gil foi aplaudido pela torcida do Corinthians ao fim da derrota para o Goiás, no último domingo. Mesmo livre das críticas feitas à maior parte do time, ele disse ter ido para casa após a partida, preocupado em não se expor em meio a uma série de quatro rodadas sem vitória.

“É difícil, porque somos seres humanos. Ficamos chateados, é difícil mesmo sair na rua. Ninguém quer perder, ainda mais jogando no Corinthians, um clube que está acostumado a vitórias e a títulos. Precisamos partir para a próxima e voltar a vencer”, afirmou o zagueiro.

Alexandre Pato não teve essa preocupação. O atacante saiu do Estádio do Pacaembu pouco após o jogo, escoltado por seguranças, dispensando o ônibus da delegação alvinegra, e foi ao show da cantora Beyoncé, no Morumbi, deixando-se fotografar com amigos e amigas.

Informado sobre o assunto, Gil acabou minimizando a necessidade de evitar as ruas. “A gente também não pode se privar, ficar só dentro de casa”, disse o beque, antes de descartar qualquer conselho ao atacante: “Isso não tem nada a ver, nada a ver conversar com ele sobre isso”.

Divulgação/Agência Corinthians
O zagueiro Gil não foi ao show da cantora Beyoncé no último domingo (foto: Rodrigo Coca)
Evitando ou não a exposição, os jogadores do Corinthians sabem que vencer é o remédio. Os torcedores têm manifestado de maneira cada vez mais clara a sua insatisfação, algo resumido no canto entoado no último domingo: “Ou jogar por amor, ou joga por terror”.

“Estamos chateados também. Estamos correndo, fazendo de tudo para conseguir as vitórias. É ruim ver a torcida vaiando, a gente faz de tudo para isso não acontecer. Mas é dentro de campo que a gente vai ter que mudar essa situação, trazer todo o mundo para o nosso lado de novo”, concluiu Gil.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade