Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Jefferson não esconde tristeza por derrota em casa; Oswaldo ameniza

Rio de Janeiro (RJ)

A torcida do Botafogo prometeu não abandonar a equipe após a derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro no meio de semana. Em bom número, os alvinegros compareceram ao Maracanã neste domingo e faziam festa pelo gol de falta de Edílson quando Fernandão e Obina sacramentaram a vitória de virada do Bahia por 2 a 1.

Com o apito final no Rio de Janeiro, o clima era de desolação entre os botafoguenses. Além do tropeço inesperado em casa, o Glorioso ainda viu os cruzeirenses buscarem empate sem gols com o Corinthians no Pacaembu, aumentando a vantagem na liderança para oito pontos ao final da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Sonhamos com o título, pensamos no título, por isso é triste. Agora temos que levantar a cabeça para recuperar já na próxima partida, pois ainda acreditamos. Acho que nos precipitamos, erramos muitos passes e não tivemos calma na hora de matar o jogo. Eles aproveitaram as chances deles e viraram", desabafou o goleiro Jefferson na saída do gramado.

Divulgação/Botafogo F. R.
Botafogo não conseguiu envolver o Bahia, levou a virada no Maracanã e viu o Cruzeiro disparar
Um dos principais trunfos do clube para manter a paz em General Severiano, Oswaldo de Oliveira mais uma vez entrou em ação para reanimar o elenco alvinegro. O técnico reconheceu a superioridade do Esquadrão de Aço no Maracanã e afirmou que a queda de rendimento do Bota não pode causar desespero.

"Não estivemos bem durante o jogo todo. Tirando duas chances, a equipe não se encontrou. O Bahia é um time em acensão e nós estamos em uma situação de queda. A oscilação é natural, pois tem uma série de fatores que acaba interferindo. Muitos jogadores não estiveram dentro de sua performance regular", analisou o comandante.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade