Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Jogadores da Ponte Preta disparam contra a atuação da arbitragem

São Paulo (SP)

Na noite desta quarta-feira, a Ponte Preta foi derrotada pela Portuguesa, no estádio do Canindé, pelo placar de 2 a 1. O jogo ficou marcado também pelas muitas reclamações dos jogadores da Macaca, que não aprovaram a atuação do árbitro Leandro Bizzio Marinho.

No intervalo do confronto, os atletas da equipe campineira dispararam contra a arbitragem. Fernando, que cometeu pênalti em cima de Diogo, disse que a marcação que originou o primeiro gol da Lusa, em cobrança de Gilberto, foi equivocada.

“Não aconteceu nada ali, eu cheguei de carrinho e acertei apenas a bola, só a bola. Não era pra marcar pênalti”, falou o volante.

O centroavante William, que jogou o duelo com lesão na coxa esquerda, foi outro a reprovar a postura do juiz: “Não é possível. Acho que tá faltando peito para os árbitros. Para que ter quarto árbitro, adicional, bandeira se ninguém marca nada? Levei três chegadas nas costas, na coxa, na frente deles, e eles fingem que não estão vendo”.

O resultado negativo contra a Portuguesa deixa a Macaca em situação ainda mais delicada na tabela. A Ponte Preta tem somente 15 pontos no campeonato e ocupa a vice-lanterna.

No próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), a Ponte Preta recebe o Internacional, no Moisés Lucarelli, tentando encerrar a série de cinco partidas sem um resultado positivo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade