Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Joinville tropeça em casa novamente e fica no empate com o Guará

Joinville (SC)

Diante de sua torcida mais uma vez, o Joinville tinha a chance de apagar o tropeço contra o rival Avaí na última rodada e ainda alcançar a terceira colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, mas decepcionou novamente. Depois de abrir o placar, o JEC não sou administrar o resultado contra o Guaratinguetá, ameaçado de rebaixamento, e sofreu o empate na etapa complementar: 1 a 1 na Arena Joinville.

Em uma partida muito equilibrada, o Joinville abriu o placar na bola parada. No primeiro tempo, o atacante Kim aproveitou a cobrança de escanteio e desviou de cabeça para inaugurar o marcador. Já na volta do intervalo, o Guaratinguetá chegou ao empate com o experiente lateral Eduardo Arroz, que chutou forte da entrada da área e contou com um desvio da zaga.

Com mais um tropeço diante de sua torcida, o Joinville chega aos 42 pontos e segue na quarta colocação, sem ultrapassar o Paraná, que entra em campo neste sábado, contra o Asa de Arapiraca, fora de casa. O Guaratinguetá, por sua vez, ainda não consegue se afastar da zona de rebaixamento e fica no 13º lugar, com 31 pontos somados.

Na próxima rodada, o time catarinense tem um jogo decisivo na luta pelo acesso. Nesta terça-feira, o Joinville visita o concorrente Sport, na Ilha do Retiro, às 19h30 (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Guaratinguetá também tem um confronto direto, mas na luta contra o rebaixamento. O time do Vale do Paraíba recebe o Paysandu, no Estádio Dario Rodrigues Leite.

Arte GE.Net
O jogo - Após a derrota para o rival Avaí na última rodada, o JEC não poderia decepcionar seu torcedor mais uma vez. Sendo assim, o time da casa logo tratou de pressionar o visitante Guaratinguetá nos primeiros minutos do duelo na Arena Joinville.

A postura ofensiva no início animou o torcedor catarinense, que quase comemorou o primeiro gol aos quatro minutos do primeiro tempo. Após uma boa troca de passes no ataque, Martín Ligüera recebeu dentro da área, deu um lindo toque de calcanhar para Marco Winícius, que emendou de esquerda e jogou para fora do gol.

Aos poucos, o Guaratinguetá foi equilibrando as ações. Depois de segurar o ímpeto do JEC, a equipe do Vale do Paraíba também passou ao chegar ao ataque e quase marcou aos 21 da etapa inicial. Juninho dominou com a perna direita, bateu cruzado de fora da área e a bola passou por cima do travessão.

A partida se encaminhava para um empate sem gols no primeiro tempo, mas a bola parada foi decisiva. Aos 37, Martín Ligüera cobrou escanteio na cabeça de Kim, que subiu sozinho entre os zagueiros, desviou para o gol e não deu chances ao arqueiro Saulo. Era o primeiro do Joinville, que chegava ao intervalo menos pressionado.

O alívio, porém, não durou muito. O Guaratinguetá voltou ligado no segundo tempo, marcou presença no campo de ataque ao longo dos primeiros minutos e chegou ao gol de empate com Eduardo Arroz. Aos dez minutos, o experiente lateral do time paulista recebeu no bico da área, emendou um chute cruzado de direita, contou com um desvio na zaga e balançou as redes.

O gol desanimou o time da casa, que ainda teve a chance de marcar em nova cobrança de escanteio, quando Sandro subiu sem marcação. Aos 32, o zagueiro teve nova oportunidade, desta vez tentou de letra, mas parou novamente em Saulo. O abatimento já estava evidente no Joinville, que não teve forças para desempatar, amargando mais um tropeço na Arena.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade