Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Juninho e Dorival detonam Willian em lance de 4º gol: “Sacana, malandro"

Belo Horizonte (MG)

Cruzeiro e Vasco fizeram um jogo espetacular neste domingo, no Mineirão. Os mineiros venceram por 5 a 3, mas, de acordo com os líderes do elenco vascaíno, usaram de “malandragem” para triunfar no jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O lance que causou a polêmica envolveu o atacante do Cruzeiro, Willian. O jogo estava empatado por 3 a 3, quando ele se prontificou a devolver a bola em um fair-play no campo de ataque. Porém, tocou fraco para o lateral Fagner, e correu em sua direção para tentar a roubada. O defensor, pressionado pelo atleta celeste, perdeu a posse de bola e viu o seu time sofrer o quarto gol, anotado por Lucas Silva, de fora da área, que praticamente definiu a vitória dos mandantes.

“A bola era para ser jogada para o Vasco, mas o Willian, malandramente, resolveu, como tudo no Brasil, onde te ensinam a ser o mais esperto, jogar na fogueira e pressionar o Fagner. A jogada rodou e definiu o jogo”, disse o meia Juninho Pernambucano, claramente irritado ainda na saída de campo.

Discurso parecido adotou o treinador Dorival Júnior, que também reclamou da falta de fair-play de Willian. “No Brasil, as pessoas aprendem a ser sacanas desde pequeno. Infelizmente, o jogo foi decidido na falsidade de um fair-play. Não tem porque usar de artimanha, lances desleais ao esporte”, afirmou o comandante.

Divulgação/Vasco da Gama
Dorival Júnior mostrou muita iritação com o lance que gerou o quarto gol do Cruzeiro na partida

Ainda para ele, o lance mancha o que foi a partida, considerada uma das melhores da atual edição do Brasileirão. “Eu saio daqui muito tranquilo, Vasco e Cruzeiro fizeram um jogo muito bonito, mas que não podia terminar desta maneira. Isso tira o brilho do que aconteceu em campo. E o jogo, foi definido, infelizmente num gol que tiraram proveito de uma situação de deslealdade muito grande”, completou.

Para encerrar, Dorival disse que não se importaria em perder a partida. Porém, ressaltou sua revolta pelo lance que originou o quarto gol do líder da competição nacional. “Acho que foi um grande jogo, não temos o que contestar, com exceção da jogada do quarto gol. O Cruzeiro poderia ter feito o quatro, quinto gol, sexto gol tranquilamente, mas não desta maneira. Isto eu lamento profundamente”, reafirmou.

Com a polêmica derrota por 5 a 3 neste domingo, o Vasco caiu para a 14ª posição do Brasileirão e tentará reencontrar-se com as vitórias na próxima quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), contra o Náutico, na Arena Pernambuco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade