Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Júnior Negrão decide e América-RN ganha fôlego na briga contra degola

Goianinha (RN)

O América-RN conquistou nesta sexta-feira uma importante vitória na luta contra o rebaixamento. Jogando em casa, o Dragão bateu o Figueirense por 2 a 0 com dois gols de Júnior Negrão e pode deixar a zona da degola já nesta 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com 21 pontos, a equipe potiguar ganha, ao menos, uma posição na tabela. Para deixar o grupo dos quatro últimos colocados, o América-RN tem que torcer contra Paysandu e Atlético-GO no complemento da rodada.

Já o Figueirense segue atormentado pela instabilidade e não engrena na Série B. Com a derrota no estádio Nazarenão, os catarinenses estacionam nos 29 pontos e se complicam na briga por uma vaga no G-4 da competição. Para piorar, o time ainda pode perder a posição para o Icasa, que encara o Sport neste sábado, na Ilha do Retiro.

O jogo – Mesmo jogando em Goianinha (RN), foi o Figueirense que começou melhor na partida. Logo aos 8 minutos, Rafael Costa emendou bicicleta e levou perigo ao gol de Andrey, mesmo com o desvio na zaga. A partir daí, porém, o América-RN passou a dominar as investidas.

Apesar da pressão, os donos da casa pouco finalizaram. Aos 16, Fabinho lançou e Daniel Amora aproveitou falha da defesa para fazer boa jogada individual e chutar de canhota. A bola bateu no lado externo da rede, enganando alguns torcedores no Nazarenão.

Com dificuldades para penetrar a defesa do Figueirense, o jeito foi arriscar de longe. Aos 43, Raí aproveitou bola mal afastada e chutou colocado. A bola pegou efeito e quase surpreendeu o goleiro Tiago Volpi.

Arte GE.Net
Precisando da vitória para voltar ao G-4, o Figueirense voltou mais ofensivo para a segunda etapa. Logo no primeiro lance, Rodrigo achou Tchô livre na pequena área, mas o atacante isolou de maneira inacreditável. Já aos 13, Andrey impediu o primeiro gol dos visitantes com verdadeiro milagre em chute de Ricardinho, também na pequena área. Na sobra, Rafael Costa finalizou sem ângulo e a bola bateu na trave.

Os gols perdidos custariam caro ao Figueirense. Aos 29 minutos, Almir arriscou lançamento longo e Douglas Marques perdeu o tempo da bola. Júnior Negrão, que havia entrado 15 minutos antes, aproveitou o vacilo e tocou na saída de Tiago Volpi.

Oito minutos mais tarde, o centroavante voltou a brilhar. Após lançamento de Raí, Rodrigo Pimpão escorou de cabeça para o meio da área. Mais rápido que o zagueiro Bruno Pires, que chegou a cair no lance, Negrão dominou bem e driblou Tiago Volpi antes de mandar para a rede e fechar o placar no Nazarenão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade