Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Kleina defende Valdivia e acha impossível ser responsável por massa

William Correia São Paulo (SP)

Valdivia já pegou suspensão de dois jogos por ter forçado cartão amarelo e, nesse sábado, afirmou que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) fez “palhaçada” ao tirar dois mandos de campo do Palmeiras. Ciente de que sue jogador mais caro pode ser punido, Gilson Kleina o defendeu, até argumentando em prol do clube.

“O jogador de cabeça quente fala do lado emocional. O que o Valdivia disse é o que todo palmeirense pensa”, afirmou Gilson Kleina, irritado pela punição decorrente de briga entre membros da Mancha Alviverde e da Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) quando o time jogava em Guaratinguetá, há dois meses.

“Respeito, mas não concordo. Jogando fora de casa, deveriam pegar quem fez o tumulto. Um clube não pode ser responsável por uma massa” , alegou, evitando acusar diretamente as organizadas, embora sua equipe tenha entrado em campo contra o América-RN com uma faixa alertando para o fato.

“Não sei quem gerou, mas é gostoso chegar ao Pacaembu com a torcida lotando, o time com mais energia para vencer por isso. E não é o primeiro mando que perdemos, já são vários. Poderíamos estar muito mais fortes, os números mostram isso, e passa muito pelo apoio do torcedor”, afirmou.

Fernando Prass, embora sem a intenção de defender Valdivia, acabou concordando com o chileno. “Espero que os outros sejam punidos também. Não é possível que na Série B só a torcida do Palmeiras tenha brigado no estádio. São dez jogos por rodada, já foram 250 jogos... Mas o Palmeiras está na mídia e fica mais em evidência”, disse o goleiro.

Em busca de uma nova casa após atuar longe da capital em seus quatro primeiros jogos como mandante na Série B, resta a Gilson Kleina se consolar com a presença de palmeirenses em todo o Brasil. “Em outros lugares, a torcida do Palmeiras também vai. Vamos ser fortes em qualquer lugar”, apontou o técnico.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade