Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Kleina vislumbra acesso em Pacaembu cheio daqui quatro jogos

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Pode se dar daqui a quatro rodadas - nas contas da comissão técnica, que projeta o acesso com 66 pontos - a certeza do retorno do Palmeiras à primeira divisão nacional. Na ocasião (8 de outubro), o time encara o Figueirense, em um palco que, para o técnico Gilson Kleina, seria perfeito para atingir o objetivo: o Pacaembu.

"Seria um grande momento, não há a menor dúvida. O torcedor mais uma vez compareceu, apoiou. Espero que seja assim nos próximos jogos aqui", disse o treinador, ao fim da vitória de sábado sobre o Sport, acompanhada por 21.054 pagantes, a qual levou a equipe a 55 pontos, 17 a mais do que a primeira fora da zona de acesso à elite do Campeonato Brasileiro.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Treinador tenta conter ansiedade para o acesso
A projeção, no entanto, baseia-se em anos anteriores e pode não ser exatamente a confirmação matemática da volta à Série A. Até porque, caso vença seus próximos quatro jogos, o Palmeiras pode abrir, na melhor das hipóteses, 29 pontos de distância para o quinto colocado, sendo que, na sequência, ainda restariam 30 pontos em disputa.

Mas não ficar com uma das quatro vagas é impensável - o matemático Tristão Garcia dá 99% de probabilidade -, embora Kleina ainda evite dar a classificação como certa, para manter os jogadores concentrados, e até em respeito aos demais concorrentes.

"Nós não estamos tratando dessa maneira, mas sim jogo a jogo. Se chegar um momento em que estivermos muito próximos do objetivo, podemos até mudar o discurso, mas o foco é manter os pés no chão e tentar as vitórias para que, quem sabe, no Pacaembu possa acontecer esse grande momento", falou o treinador, cujo contrato se encerra em dezembro.

Antes do Figueirense, o Palmeiras enfrenta, pela ordem, América-RN (no sábado, em casa), Oeste (em 1º de outubro, em São José do Rio Preto) e ABC-RN (em 5 de outubro, em Natal). A preparação para o próximo compromisso começa na manhã de terça-feira, na Academia de Futebol, quando o elenco se reapresenta aos trabalhos depois de dois dias de folga.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade