Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Kleina vê titulares desgastados e não garante nem Valdivia no sábado

William Correia São Paulo (SP)

Os torcedores que viram Valdivia por menos de meia hora na vitória sobre o ASA ficaram com a expectativa de assistir ao chileno como titular no sábado, contra o América-MG. Mas tanto o meia quanto seus colegas dependem de avaliações nos próximos dias para definir quem joga em Minas Gerais.

Para a manhã desta quarta-feira, está marcada uma reunião de Gilson Kleina e seus auxiliares com médicos e fisioterapeutas. Será discutida a utilização não só de Valdivia, reserva nessa terça-feira para evitar desgaste, mas de outros titulares. Leandro e Luis Felipe, por exemplo, ficaram fazendo tratamento com gelo nos vestiários do Pacaembu logo após o jogo.

“Estamos com excesso de jogos, sem semana cheia há muito tempo. Vejo desgaste em alguns atletas. O tempo é curto para todos, mas os outros clubes tiveram duas semanas cheias enquanto tivemos a Copa do Brasil”, apontou o técnico, que já tem Tiago Alves como novo membro na lista de desfalques: o zagueiro saiu ainda no primeiro tempo por fisgada na coxa esquerda. Vinicius também está fora porque ficará à disposição da Seleção sub-20.

A expectativa de Kleina é que se confirme a liberação de Mendieta, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, e que Ananias, Fernandinho, Juninho, Marcelo Oliveira e Ronny se recuperem de seus problemas físicos. É certa, ao menos, a volta de Henrique e Eguren, que estavam com suas seleções.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Técnico só escalará quem tiver o aval de médicos e fisioterapeutas para enfrentar o América-MG
Em relação a Valdivia, o cuidado extra faz parte de um tratamento especial. O jogador mais caro do elenco treina pouco e joga menos do que os colegas sempre que possível para ser mais presente. Desta forma, só será titular, como espera o próprio Kleina, caso seus testes físicos não apontem um desgaste próximo de virar contusão.

“Sempre queremos o Valdivia em campo. Mas, desde o momento em que começamos a monitorá-lo, com a consciência e a maturidade de todos, nós o colocamos em campo mais vezes e na seleção, lógico que por mérito dele. É legal ele estar comprometido, mas vamos reavaliá-lo da mesma maneira”, indicou o treinador.

“Sabemos da qualidade do Valdivia e o que ele representa para nós, e ele também sabe que pode ser o nosso grande diferencial. Se tiver condição, vai começar o jogo, desde que os testes deem condição para que possamos tê-lo não só no sábado, mas até o fim do ano. É importante contar com todos os grandes jogadores nesta reta final”, completou o técnico.

A ideia, contudo, é só poupar quem estiver realmente desgastado, já que o América-MG mostrou sua força no primeiro turno ao vencer o Palmeiras por 1 a 0, em Itu. “Vamos analisar porque é um jogo difícil, que tirou pontos nossos no primeiro turno, e sabemos como adversários se mobilizam contra o Palmeiras. O importante é ter uma equipe forte e somar pontos”, falou Kleina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade