Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Luxemburgo questiona expulsão no intervalo e chama árbitro de louco

Rio de Janeiro (SP)

Vanderlei Luxemburgo foi expulso no intervalo da vitória deste sábado sobre a Portuguesa, segundo ele, sem saber de fato o porquê. O atrito com o árbitro Wilton Pereira Sampaio teria tido início após um suposto mal-entendido.

O treinador do Fluminense alega que o árbitro pensou ter sido para ele uma cobrança direcionada ao meia Rafinha. "Ele me deu uma dura como se eu estivesse falando com ele. Eu não estava falando nada com ele. Falei: 'Cara, você está louco? Não falei nada com você'. Aí ficou aquele teatrinho. Acho que ele realmente está louco", opinou.

"No intervalo, deixei ele chegar, botei a mão nele e falei que não tinha falado nada com ele. Ele respondeu dizendo 'não fala comigo, não bota a mão em mim, quando voltar você está expulso'. Eu falei: 'p... que o pariu'", continuou.

Sem poder comandar sua equipe no segundo tempo, Luxemburgo se dirigiu para um tribuna do Maracanã. Quem orientou os jogadores à beira do gramado foi o auxiliar técnico Júnior Lopes.

E foi de longe que o treinador viu o Fluminense virar a partida. Com gols de Rafael Sobis (aos 14 minutos) e Wagner (aos 26 minutos), o time venceu a Portuguesa por 2 a 1 e saltou para a nona colocação do Campeonato Brasileiro, agora com 26 pontos conquistados.

O próximo compromisso na competição será na quarta-feira, diante do Criciúma, fora de casa. A preparação para esta partida terá início na segunda, depois de uma dia de folga geral.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade