Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Maicon exalta parceria com Ganso e revela ter dado dicas ao “craque”

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Desde que sofreu grave lesão no joelho em 2010, Paulo Henrique Ganso passou a ser criticado pela falta de ousadia dentro de campo. Passados três anos, o meia já trocou o Santos pelo São Paulo e ainda convive com certa desconfiança sobre seu futebol. Mas se depender de Maicon, companheiro no Tricolor, o camisa 8 finalmente voltará a brilhar.

O volante são-paulino formou dupla muito elogiada com Ganso na vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta na última quinta-feira e revelou ter dado conselhos para o colega. Segundo o polivalente jogador, o “maestro” precisa voltar a arriscar chutes de fora área, como aconteceu no primeiro tempo do confronto com a Macaca.

“Já falei algumas vezes que o Ganso é craque. Em um espaço pequeno ele consegue achar uma jogada e colocar na cara do gol como aconteceu ontem no gol do Luis Fabiano. Eu mesmo falo que ele tem que chegar mais para finalizar a gol. Ele sabe fazer gol, tem esse forte de tirar do goleiro. Meia tem que fazer gols, não só dar passe para os atacantes”, afirmou.

Maicon também reconhece que poderá crescer de produção ao atuar ao lado de Ganso na equipe titular. Com os antigos treinadores, o meio campista atuava mais recuado, compondo o setor de marcação, mas viu Muricy Ramalho posicioná-lo mais próximo da dupla de ataque e do responsável pela armação das jogadas.

“Muricy me deixou à vontade, sabe onde eu gosto de jogar porque já me enfrentou várias vezes. Ele me deixou mais à frente para trabalhar com o Ganso. A bola saindo bem dos pés dos volantes chega no meio com qualidade e também nos atacantes. Minhas características a maioria das pessoas já conhece, de toque, de armar e segurar ou de repente dar um toque rápido”, analisou o camisa 18, que apenas fez trabalhos regenerativos nesta sexta-feira no CT da Barra Funda.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade