Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Mudança de jogo desagrada Chape, que acusa Figueira de indisposição

Chapecó (SC)

O duelo entre Chapecoense e Figueirense, marcado para esta terça-feira, foi adiado para o dia 22 de outubro, após o time da capital alegar que não conseguiria pousar em Chapecó por conta do clima. O técnico Gilmar Dal Pozzo, do Verdão do Oeste, reclamou principalmente da nova data.

“O Figueirense não tem culpa dos problemas climáticos, mas o jogo poderia ser transferido para a quarta-feira. Já são quatro partidas trocadas, mas quando a gente pede, não é atendido. Já está incomodando”, declarou.

Os jogos contra América-MG e Guaratinguetá foram adiados pelo mesmo motivo da partida contra o Figueira. O duelo com o Oeste teve a data mudada porque os paulistas alegaram uma indisposição intestinal de seus jogadores e o próximo jogo da Chape, contra o ABC, teve o horário mudado, com a CBF alegando que à tarde, o estádio pode ficar mais lotado.

O vice-presidente de futebol do clube, João Carlos Maringá acredita que o Figueirense poderia ter se esforçado mais.

“Eles não queriam jogar. Tinham desfalques e lesão. Quando o Boa veio nos enfrentar, chegaram com dois dias de antecedência para evitar qualquer problema. Nós mesmos já viajamos de ônibus até Curitiba, eles poderiam ter vindo da mesma maneira”, emendou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade