Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy é apresentado no São Paulo: "Menos discurso e muito trabalho"

São Paulo (SP)

Tricampeão brasileiro pelo São Paulo entre 2006 e 2008, o técnico Muricy Ramalho está de volta ao clube tricolor. Depois de ser confirmado como novo treinador do time nesta segunda-feira, na vaga de Paulo Autuori, o comandante foi apresentado nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, e mostrou confiança em reverter o mau momento que a equipe vive nesta temporada.

“Estamos em uma fase que sabemos que não é possível resolver só no discurso, com palestras. É necessário conseguir vencer rapidamente. Cada um tem sua maneira de trabalhar. Eu tenho a minha”, afirmou.

Atleta profissional entre 1973 e 1985, Muricy Ramalho atuou pelo clube tricolor entre 1973 e 1979. Como técnico, passou pelo São Paulo como auxiliar e comandante interino entre 1994 e 1996, retornando ao banco de reservas em 2006. No melhor momento de sua carreira, chegou ao tricampeonato nacional pelo time paulista.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador foi apresentado pela diretoria no início da tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda
Ao todo, Muricy comandou o São Paulo em 364 partidas, conquistando 197 vitórias, 101 empates e 66 derrotas. Apesar da vitoriosa passagem anterior, o treinador retorna ao clube paulista para evitar rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Atualmente, a equipe tricolor ocupa a 18ª colocação na tabela de classificação, com 18 pontos, e está quatro pontos atrás do Atlético-MG, primeiro time que não cairia para segunda divisão.

“É um momento que nunca vimos o São Paulo passar, não temos essa experiência. O negócio é menos discurso e muito trabalho. A única coisa que melhora a situação é o resultado, não há outra saída. Não existe ninguém mais importante que a instituição. Precisamos passar esse discurso aos atletas e sair desse panorama de qualquer modo”, encerrou.

O primeiro treinamento de Muricy em seu retorno ao São Paulo será ainda nesta terça-feira, no CT da Barra Funda. Nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), o técnico volta ao banco de reservas em duelo com a Ponte Preta, no Morumbi, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade