Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Muricy repete crítica à condição física e lamenta gols perdidos

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Os primeiros resultados não satisfatórios do São Paulo na era Muricy Ramalho trouxeram de volta as críticas à condição física do elenco. Nesta quinta-feira, depois de ceder empate por 1 a 1 à Universidad Católica, o treinador repetiu análise de seu antecessor para justificar a queda de rendimento do time depois do intervalo.

"É fácil explicar: nosso condicionamento físico é muito ruim. No primeiro tempo, enquanto nosso time esteve bem, dominou. No segundo, a gente não teve força", avaliou.

Muricy não é o primeiro a apontar esse problema. Paulo Autuori fez críticas veladas à preparação física da comissão técnica anterior, de Ney Franco, que tinha Alexandre Lopes como principal profissional responsável da área.

Mas a oscilação entre as etapas não foi o único motivo para que a vitória tenha escapado. Além do gol de Luis Fabiano, aos 17 minutos, a equipe teve outras oportunidades de balançar a rede do goleiro Toselli, porém foi Rogério Ceni quem acabou vazado no fim do primeiro tempo.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador notou queda de rendimento físico de seus atletas depois de um primeiro tempo de oportunidades
"No primeiro tempo, eles (Católica) deram sorte de ter tomado um gol só. Enquanto a gente estava bem na parte física, dominamos o jogo praticamente. A única vez que chegaram foi no gol", disse o treinador, ainda confiante na vaga às quartas de final da Copa Sul-americana.

"Está tudo em aberto. Um (triunfo por um) gol classifica. É um adversário perigoso, mas tudo pode acontecer. Não está nada decidido. Se bem que o gol fora de casa ajuda muito", concluiu Muricy, ao final de seu quinto jogo no retorno ao clube.

Antes da partida de volta do torneio continental - marcada para 23 de outubro, no Chile -, o São Paulo tem outra preocupação mais urgente no momento. No domingo, o time recebe o Grêmio, no Morumbi, tentando se distanciar mais da zona de descenso do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade