Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Náutico desembarca no Recife em silêncio e sob pequeno protesto

Recife (PE)

Elenco e comissão técnica do Náutico desembarcaram no Recife na tarde desta sexta-feira, um dia depois de serem derrotados por 3 a 0 pela Portuguesa. O grupo não falou com a imprensa no saguão do aeroporto, mas foi alvo do protesto de três torcedores.

O trio cobrou a maioria dos jogadores, na maior parte do tempo de forma pacífica. O clima ficou ligeiramente mais tenso quando eles conversaram com o goleiro Ricardo Berna, que não entrou em campo contra a Lusa por conta de um desconforto muscular. O jogador rebateu os torcedores, antes de ser retirado do local por um dos seguranças do clube.

“O time já está rebaixado, mas nós viemos para o aeroporto para mostrar que somos torcedores e cobrar os jogadores. Alguns têm salários altos e não estão jogando nada. Mas a maior culpa é da diretoria, que fez um planejamento ruim", disse o torcedor Eduardo Mascarenhas, ao Super Esportes.

Além dos seguranças alvirrubros, havia cinco policiais no saguão do aeroporto. Entretanto, a intervenção deles não foi necessária em nenhum momento.

Ocupando a lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas nove pontos conquistados em 22 rodadas. Neste domingo, a equipe recebe o Flamengo na Arena Pernambuco.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade