Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

No 'adeus' a SP, Verdão usa briga de organizadas para educar torcida

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras ficará quase um mês sem jogar na capital por punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido a briga de membros da Mancha Alviverde e da Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) em Guaratinguetá, em 27 de julho. E a diretoria lembrou do caso na entrada do time em sua ‘despedida’ do Pacaembu para enfrentar o América-RN, neste sábado.

Os jogadores entraram em campo mostrando uma faixa com a inscrição “O Palmeiras perdeu mais dois mandos de campo pela briga das torcidas uniformizadas em Guaratinguetá. Palmeirenses, torçam sem prejudicar o seu time”. Os atletas exibiram a mensagem para todos os setores em que havia torcedores.

O presidente Paulo Nobre, membro da uniformizada "Inferno Verde" na adolescência, nos anos 1980, se desentende com organizadas desde março, quando membros da Mancha Alviverde atiraram xícaras contra o elenco em aeroporto de Buenos Aires. Desde então, o dirigente prometeu cortar o que chamou de "regalias", como a cessão de ingressos gratuitamente em jogos fora do Brasil e para venda exclusiva dentro das sedes das organizadas.

O Verdão, que esteve fora da capital em seus quatro primeiros jogos como mandante nesta Série B também por punição decorrente de atos de sua torcida, cumprirá o novo gancho diante do Figueirense, no dia 8, e do Guaratinguetá, no dia 11. A diretoria ainda não se posicionou oficialmente, mas a tendência é de que as duas partidas sejam disputadas em Londrina (PR) ou Uberlândia (MG). A confirmação das novas sedes deve ocorrer nos próximos dias.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Faixa citou o motivo da nova punição do STJD para orientar os torcedores a ter controle nos estádios
O motivo de tanto tempo longe da capital é que serão duas rodadas como visitante antes das duas de gancho e outras duas rodadas na casa dos adversários depois. Assim, o time enfrenta o Oeste em São José do Rio Preto na terça-feira, o ABC em Natal no próximo sábado, o Icasa no Ceará no dia 15 e o Bragantino em Bragança Paulista no dia 19.

Os comandados de Gilson Kleina só atuarão no Pacaembu de novo no dia 26, diante do São Caetano. Por conta vantagem de sua campanha em relação aos concorrentes ao acesso, o retorno à capital já deve ser com a equipe classificada para a primeira divisão do Brasileiro e perto da confirmação do título da Série B.

Antes de os atletas entrarem em campo, a diretoria promoveu, ao menos, um momento de beleza à torcida. Victoria Elisa, a Miss São Paulo World 2013, é palmeirense e desfilou no Pacaembu com camisa e bandeira do time, além da coroa na cabeça. Com os mesmos adereços, se sentou no setor VIP do estádio para acompanhar o jogo. Após o apito final, ficou na saída do vestiário tirando fotos com os atletas, Paulo Nobre e o diretor executivo José Carlos Brunoro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade