Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

No Vasco, rodada gera preocupação e incertezas

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

A 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, que será disputada neste fim de semana, está gerando grande preocupação no Vasco. Isso porque o time tem um jogo complicado contra o Bahia, fora de casa, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), domingo, às 16 horas (de Brasília). Apesar de ter perdido na quinta-feira para o Atlético Nacional, por 1 a 0, na Colômbia, pela Copa Sul-americana, o Tricolor baiano vem em uma crescente no Brasileirão, onde deu demonstração de força nas duas últimas rodadas, ganhando de Botafogo (2 a 1) e Internacional (2 a 0).

A preocupação dos vascaínos não se limita apenas ao risco de uma derrota. Mas também ao impacto que um resultado negativo pode ter na tabela de classificação. Isso porque, perdendo, o Vasco pode ver um abismo ser aberto entre ele e o pior colocado da zona de rebaixamento, hoje o Flamengo, com 27 pontos, três a mais que o rival de São Januário. O Rubro-Negro recebe o Criciúma, no Maracanã, em jogo que um dos dois com certeza vai pontuar. O Tigre catarinense é o melhor da zona de queda, com 25 pontos.

Um pouco acima na tabela aparecem São Paulo, com 27 pontos, e Portuguesa, com 28 pontos. O Tricolor paulista jogará em casa diante do Grêmio, enquanto que a Lusa encara um Corinthians em crise no Brasileirão. Em caso de triunfos são-paulino e da Portuguesa, a situação se complicaria ainda mais para o Vasco.

O excesso de preocupação também deixa o cenário em São Januário com cara de incerteza. Nos bastidores do clube alguns conselheiros e dirigentes já pedem a saída de Dorival Júnior. Líder da oposição, o ex-presidente Eurico Miranda defendeu a contratação de um treinador mais cascudo e muitas correntes pedem Joel Santana. A situação se agrava porque o técnico já vinha tendo alguns desgastes com o vice-presidente geral Cristiano Koehler. Dorival está cada vez mais isolado, contando apenas com o apoio do presidente Roberto Dinamite e de Ricardo Gomes, diretor de futebol que está pouco atuante nas últimas semanas.

Nos corredores de São Januário existe, inclusive, rumores de que Dorival poderá ser dispensado no caso de um mau resultado na Bahia, versão não confirmada por nenhum membro da diretoria.

Porém, como não apenas de notícias ruins vive o Vasco, o clube acertou nesta manhã de sexta-feira o pagamento de um dos dois meses de salários que estavam atrasado, além das premiações pendentes do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Agora, em dívida com o plantel apenas um mês de salário, que deverá ser quitado até quarta-feira da próxima semana.

"É algo que com certeza nos deixa muito motivados, mas prefiro deixar as questões salariais para os mais experientes comentarem", disse o zagueiro Jomar em entrevista à "Rádio Manchete", do Rio de Janeiro.

Dentro de campo, o elenco segue se preparando para o jogo contra o Bahia. A sexta-feira, porém, foi de atividade apenas para os reservas, uma vez que os titulares estão desgastados pela sequência de jogos e ficaram fazendo trabalhos regenerativos. Para esta partida, Dorival Júnior terá reforços importantes, como o meia Juninho Pernambucano, poupado na derrota de 2 a 1 para o Goiás pela Copa do Brasil, e do atacante André, que não atuou contra os goianos por já ter defendido o Santos no torneio mata-mata deste ano. O time, porém, ainda não foi confirmado. Neste sábado pela manhã, o elenco participa de um recreativo no CFZ e depois a delegação embarca para a capital baiana.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade