Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Palmeiras promete "piloto automático desligado" e visita América-MG

William Correia e Wanderson Lima São Paulo (SP)

As duas vitórias consecutivas que encerraram um jejum de quatro jogos retomaram uma rotina no Palmeiras nesta Série B do Brasileiro: evitar a empolgação. Com o cuidado de não encarar o acesso como questão de tempo, o líder, que iniciou a rodada a cinco pontos para o segundo colocado, visita o América-MG às 16h20 (de Brasília) deste sábado, em Belo Horizonte, com o objetivo de ampliar a vantagem para a zona de acesso.

O time mineiro começou a 22ª rodada na quinta posição, a primeira fora da faixa que define os novos membros da elite nacional. Em caso de triunfo em Minas Gerais, o Verdão certamente aumentará a distância atual de 15 pontos, aproximando-se ainda mais do acesso. O que só será possível com seriedade, de acordo com a conversa de Gilson Kleina com o elenco na véspera do compromisso.

“Se entrarmos em uma zona de conforto e simplesmente ligarmos o piloto automático, as coisas não vão acontecer. No futebol, você precisa sempre estar muito atento. Os outros clubes também têm metas e enfrentar o Palmeiras é um ingrediente a mais para eles”, ressaltou o treinador.

Os tropeços de Chapecoense, Paraná e Sport, todos membros do G-4, na última terça-feira também serviram de lição. “Temos a obrigação de fazer um jogo melhor que o outro. Já aconteceu na história do Palmeiras ter uma pontuação vantajosa e não atingir o objetivo. Se acharmos que as coisas vão acontecer de forma natural, poderemos ser surpreendidos. As últimas rodadas mostraram isso”, lembrou Kleina.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Valdivia volta a ser titular com a missão de armar jogadas para Leandro diante de um rival direto pelo acesso
Entre os escolhidos para mostrar em campo uma euforia contida, há três novidades em relação à equipe que venceu o ASA. A mais natural é Henrique, que voltou da Seleção Brasileira e retoma seu posto na zaga ao lado de Vilson, ocupando a vaga que era de Tiago Alves, que sofreu estiramento na coxa esquerda.

Na frente, mudanças táticas. Após defender a seleção chilena e ser reserva na terça-feira, Valdivia voltará a ser titular e deve compor uma dupla de meias com Mendieta. O paraguaio só é dúvida porque, como cumpriu suspensão nos dois últimos jogos, teve pouco tempo para treinar no 4-4-2 idealizado por Kleina. Serginho já está de sobreaviso caso o técnico prefira manter o 4-3-3, deixado de lado também pela ausência de Vinicius, que está com a Seleção Brasileira sub-20.

Entre os desfalques, além de Tiago Alves, também estão vetado por problemas físicos o volante Marcelo Oliveira, em recuperação de fisgada na coxa direita, o lateral esquerdo Fernandinho, com dores na coxa esquerda, o meia Bruno Dybal, com incômodo muscular, e o meia-atacante Ronny, que torceu o tornozelo direito. O lateral esquerdo Juninho se recuperou de pubalgia, mas ficará no banco, já que o volante destro Wendel continuará improvisado na lateral esquerda.

A ideia é respeitar um rival direto pelo acesso para se aproximar da Série A. “Se o América-MG fizer o resultado em cima de nós, entra no G-4. É um adversário com o objetivo muito forte. Por outro lado, um resultado nosso amplia a vantagem para o quinto colocado, é o que queremos. Mas precisamos ser uma equipe coesa e bem determinado em campo para conseguirmos a nossa meta”, avisou Kleina.

Divulgação/América Mineiro
Em quinto lugar após duas vitórias consecutivas, Silas arruma o América-MG para entrar no G-4 já nesta rodada
O astral no América-MG mudou após duas vitórias consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro. O aproveitamento de 100% desde a chegada do técnico Silas e a boa fase do Coelho são apostas para o time entrar de vez na briga por um lugar no G4. O time mineiro, porém, terá um duro desafio neste sábado, enfrentando o Palmeiras, às 16h20, no Independência.

O duelo contra os paulistas é encarado como fundamental para as pretensões do América-MG. “Jogar contra o Palmeiras é sempre muito difícil, ainda mais que eles perderam para a gente (no turno). Temos que nos manter focados e trabalhar em busca de mais uma vitória”, afirma o armador Elvis, que ficou com a vaga de Rodriguinho, negociado pelo Coelho.

Com 33 pontos, nem mesmo uma vitória em cima do Palmeiras será suficiente para colocar o América-MG no G4, mas se triunfar, as primeiras colocações passam a ser algo mais concreto para o Coelho, que precisaria somar pontos na sequência da competição para sonhar com o acesso para elite do futebol brasileiro.

O técnico Silas pode contar com praticamente todo o elenco do América-MG à disposição. Se quiser, o comandante americano pode repetir a formação que venceu o Figueirense. A única ausência é o meia-atacante Nikão, mas o jogador já vem desfalcando o time mineiro nos últimos jogos.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG X PALMEIRAS

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de setembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Mercante Júnior (PE)
Assistentes: Roberto José de Oliveira (PE) e Marcelino Castro de Nazaré (PE)

AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Jaílton, Vitor Hugo e Danilo; Andrei Girotto, Claudinei, Leandro Ferreira e Bady; Willians e Alessandro
Técnico: Silas

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Wendel; Márcio Araújo, Wesley, Mendieta (Serginho) e Valdivia; Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade