Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Palmeiras tenta aproveitar campo desconhecido também do Atlético-GO

Itumbiara (GO)

No primeiro turno, em sua estreia na Série B, o Palmeiras cumpria suspensão e, em vez de jogar no Pacaembu, mandou a partida contra o Atlético-GO em Itu e venceu por 1 a 0. Agora, o clube goiano optou por atuar a 200 km de Goiânia, na cidade de Itumbiara, jogando pela primeira vez no torneio no estádio Juscelino Kubitschek. O que é considerado uma vantagem para o Verdão.

“Obviamente seria melhor para nós jogar no Serra Dourada, mas o Atlético-GO também não vem jogando direto lá. Os dois times terão a dificuldade de não conhecer o gramado, e teremos que fazer o nosso papel”, comentou Felipe Menezes.

O Dragão mandou todas as suas partidas na competição no Serra Dourada, com campo de grandes dimensões e que poderia facilitar o toque de bola palmeirense. Neste sábado, às 18h15 (de Brasília), escolheu o estádio no qual Ronaldo Fenômeno estreou no Corinthians e voltou a jogar após mais de um ano machucado, em 2009.

Lá, Felipe Menezes, revelado pelo Goiás, também já atuou. “Faz tempo que joguei lá. Quando joguei, era um gramado muito bom. Só não sei como está a estrutura”, comentou o jogador, que se diz torcedor do Goiás, rival do Atlético-GO, mas mostra respeito pelo adversário deste sábado.

Nem a campanha do Dragão, a quinta pior do primeiro turno na Série B, é vista como facilidade. “O Atlético-GO vive um momento delicado. Por ter descido no ano passado, imaginava que seria diferente, tinha outras ambições. Mas esse é o momento deles. Nós, apesar de não termos vencido os últimos jogos, sem dúvida temos feito uma boa Série B”, opinou o meia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade